Exemplo de imagem responsiva Prefeitura de Salvador
Informe Baiano
Exemplo de imagem responsiva Governo do Estado da Bahia

Inema promove curso sobre manejo de fauna para agentes da segurança pública

Em uma iniciativa para capacitar agentes de segurança pública em práticas de resgate e transporte de animais silvestres, o Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema) promove, entre os dias 25 e 28/03, o curso Manejo de Fauna Silvestre. Dentre os participantes, destacam-se os membros da Companhia de Polícia de Proteção Ambiental (Coppa e Cippa), além da Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Guardas Civis Municipais de Salvador de Vitória da Conquista e Itapetinga.

Na programação, os participantes terão acesso ao conteúdo teórico sobre as técnicas de manejo e transporte, depois receberão um treinamento prático realizado pela equipe do Centro Estadual de Triagem de Animais Silvestres do Inema (Cetas). “A metodologia inclui orientações sobre como lidar com diferentes espécies, procedimentos adequados para o transporte seguro dos animais e cuidados básicos de prevenção, essencial para garantir a segurança tanto dos animais quanto das pessoas envolvidas nas operações de resgate. A diversidade de instituições participantes evidencia a preocupação com a proteção da fauna”, explicou o veterinário do Cetas/Inema, Márcio Andrade.

Entusiasta da temática, a Tenente da Coppa, Gracina Farias, ressaltou a necessidade de todos os servidores, que atuam na segurança, terem conhecimento para lidar com a fauna silvestre. “Fazer esse curso é de extrema importância para nós, pois a maior parte da nossa atividade inclui fazer manejo de animais. Aprendemos aqui que, antes de qualquer intervenção, é fundamental identificar corretamente a espécie envolvida, isso requer conhecimento sobre características comportamentais, condições adequadas e meios corretos de transporte”.

De acordo com a veterinária do Inema, Débora Malta, durante o trabalho de resgate é preciso adotar práticas especificas para cada espécie. “Os animais resgatados já estão em situação de estresse, desnutrição e muitas fezes sofreram maus-tratos. Então, o momento do manejo e, principalmente, o transporte devem atender procedimentos próprios para cada espécie, por exemplo, temos aves pernaltas em que é preciso uma abordagem pelas patas e pernas, já outras devem ser observadas o bico e asas. São cuidados especiais para garantir o bem-estar durante o deslocamento, isso inclui o uso de recipientes adequados, controle de temperatura e ventilação, além de evitar movimentos bruscos que possam causar mais estresse ou lesões aos animais”, pontuou.

Para Robson Pires, comandante da Unidade Ambiental da Guarda Municipal de Salvador, o trabalho com a fauna exige uma relação de parceria entre os entes municipais, estaduais e federais, assim como um constante processo de capacitação. “Trabalhamos em parceria com todos os órgãos ambientais, procurando a melhor forma de resgate, condução e destinação ao Cetas do Inema. Os conhecimentos adquiridos neste curso serão repassados para todos os nossos agentes e multiplicado para os parceiros das guardas municipais de outras cidades, fortalecendo, ainda mais, essa rede de proteção a nossa fauna silvestre. São técnicas que utilizaremos diariamente, agregando mais conhecimento, principalmente na questão do resgate de animal silvestre dentro de áreas urbanas”, destacou.

Vinda do interior, a equipe da Guarda Municipal de Vitória da Conquista, participou ativamente da aula teórica, tirando dúvidas e apresentando situações cotidianas vivenciadas na região. “Com muita satisfação que a gente está aqui, estreitando laços com este parceiro tão importante que é o Inema, com este curso que vai somar muito na nossa atuação. o resgate de animais silvestres é uma das principais atividades da Guarda Municipal de Vitória da Conquista, já aprendemos algumas técnicas do transporte separado de aves da mesma espécie, o que não sabíamos ainda”, destacou o inspetor Thales Reis.

Com foco na aplicação dos conhecimentos nas operações de combate ao tráfico, o agente da Polícia Federal, Paulo Reis, falou que o aprendizado será aplicado em ações em todo o território baiano e em outros estados. “Nossa atividade não fica só circunscrita à Região Metropolitana de Salvador, nem da Bahia, a gente viaja para outros estados do país, principalmente a área rural, onde temos encontrado animais em situação de tráfico internacional, recebemos também animais que foram transportados de forma legal, às vezes no aeroporto e até mesmo em correspondências nas agências dos Correios”.

O curso de Manejo de Fauna Silvestre representa um importante passo na formação de agentes de segurança pública para lidar com situações envolvendo animais silvestres em ambientes urbanos e rurais, uma iniciativa do Inema para fortalecer a proteção da biodiversidade. “Além de ser uma importante ferramenta de capacitação para as instituições que atuam com fauna no estado, é uma oportunidade para aproximação com os parceiros para troca de experiências e alinhamento de procedimentos técnicos, bem como para construção de uma rede de atendimento aos animais silvestres em todo o estado, provenientes de resgates, apreensão e entrega voluntária”, ressaltou a bióloga da Coordenação de Gestão de Fauna do Inema, Marianna Pinho.

Cetas / Inema

Com sedes em Salvador e Cruz das Almas, o centro realiza o resgate de animais silvestres e recebe os que chegam por meio de entrega voluntária, apreensão oriunda de fiscalização, vítimas de maus-tratos ou de qualquer outra demanda que necessite de atenção especializada até o momento de soltura na natureza.

Uma em cada dez famílias brasileiras enfrenta insegurança alimentar

A insegurança alimentar moderada ou grave atingia 7,4 milhões de famílias brasileiras (ou 9,4% do total) no último trimestre de 2023. Os dados são...

Mega-Sena pode pagar até R$ 6 milhões no sorteio desta quinta-feira (25)

A Caixa Econômica Federal realiza nesta quinta-feira (25/04), o concurso 2.717 da Mega-Sena, com um prêmio estimado em R$ 6 milhões. O sorteio acontece...
Prefeitura Municipal de Morro do Chapéu

Uma em cada dez famílias brasileiras enfrenta insegurança alimentar

A insegurança alimentar moderada ou grave atingia 7,4 milhões de famílias brasileiras (ou 9,4% do total) no último trimestre...
Fundação Jose Silveira

Uma em cada dez famílias brasileiras enfrenta insegurança alimentar

A insegurança alimentar moderada ou grave atingia 7,4 milhões de famílias brasileiras (ou 9,4% do total) no último trimestre...

Mega-Sena pode pagar até R$ 6 milhões no sorteio desta quinta-feira (25)

A Caixa Econômica Federal realiza nesta quinta-feira (25/04), o concurso 2.717 da Mega-Sena, com um prêmio estimado em R$...

EXECUÇÃO NO CABULA: Homem cercado e morto por traficantes na Timbalada

Um homem foi executado com disparos de arma de fogo na manhã desta quinta-feira (25/04), na localidade conhecida como...

Professores concursados em escolas estaduais diminuem em dez anos

O número de professores concursados nas escolas estaduais do país chegou ao menor patamar dos últimos dez anos em...