Exemplo de imagem responsiva Prefeitura de Vitória da Conquista
Informe Baiano
Exemplo de imagem responsiva Prefeitura de Vitória da Conquista

Em abertura de congresso de sustentabilidade, Bruno Reis anuncia novas leis ambientais e cita avanços de Salvador

O prefeito de Salvador, Bruno Reis, anunciou nesta quinta-feira (16), durante a abertura do II Congresso Brasileiro de Direito e Sustentabilidade, que encaminhará na próxima semana para a Câmara Municipal um novo conjunto de propostas para leis ambientais, de forma a fortalecer ainda mais as políticas de sustentabilidade já adotadas na capital baiana nos últimos anos.

“Uma Lei de Mudanças Climáticas, uma Lei de Agroecologia, e uma lei para a gente implantar a compra pela Prefeitura de produtos frutos da economia circular”, afirmou o prefeito. Durante o seu discurso no evento, o chefe do Executivo soteropolitano citou uma série de ações de sustentabilidade adotadas pelo Município nos últimos anos, o que tornou a capital baiana uma referência nacional e internacional no tema.

O evento é realizado pela Associação Comercial da Bahia (ACB) de Sustentabilidade e pelo Instituto Brasileiro de Direito e Sustentabilidade (Ibrades). Coordenado pela advogada e vice-presidente de Sustentabilidade da ACB, Isabela Suarez, presidente da Fundação Baía Viva, e pelo advogado, professor doutor e presidente do Ibrades, Georges Humbert, o congresso reúne autoridades e nomes de destaque nacional.

Entre as iniciativas municipais, estão a preservação de mais de 26 milhões de quilômetros quadrados de Mata Atlântica, o plantio de mais de 100 mil árvores na última década, o IPTU Verde, o IPTU Amarelo, o programa Salvador Solar, a remissão de dívidas e isenção de impostos para cooperativas de catadores, o Viveiro de Restinga em Praia do Flamengo, o uso de energia solar e reutilização de água em escolas da rede municipal, o eletroterminal e ônibus elétricos do BRT, além da criação de parques como o da Pedra de Xangô.

A cidade ainda vai ganhar novos espaços, como o Parque Socioambiental de Canabrava, os parques do Vale da Mata Escura e Ipitanga I, o Parque Marinho da Cidade Baixa e o Centro de Interpretação da Mata Atlântica, conforme destacou Bruno Reis.

“São diversos projetos que fizeram Salvador se tornar referência no Brasil e no mundo. Quando assumi a Prefeitura, o primeiro documento que assinei foi o compromisso com o Acordo de Paris, para reduzir a emissão dos gases de efeito estufa. Naquela ocasião, pedi aos outros 416 prefeitos da Bahia que também se comprometessem. De lá para cá, realizamos três inventários e, ano a ano, estamos reduzindo as emissões. Estamos caminhando para cumprir a meta com a qual nos comprometemos”, disse Bruno Reis.

O prefeito apontou a importância de debater a sustentabilidade, em um cenário de aumento das tragédias ambientais causadas pelas mudanças climáticas. “Sem sombra de dúvidas, é urgente a discussão de temas que possam garantir que as cidades sejam mais sustentáveis e resilientes. Estamos vendo cada vez mais o impacto das mudanças climáticas. Os exemplos estão próximos e em diversos lugares do mundo. Invernos mais intensos e altas temperaturas no verão. Estamos vendo as catástrofes que estão ocorrendo”, afirmou.

O chefe do Palácio Thomé de Souza celebrou a realização do congresso na capital baiana. “É uma honra recepcionar em Salvador um congresso como esse, que vai discutir temas como o desenvolvimento econômico e social com sustentabilidade. O grande segredo é equilibrar, permitindo que a cidade possa se desenvolver, mas assegurando também que ela seja sustentável. Espero que, a partir dos debates que vão acontecer aqui, contribuições sejam dadas ao Congresso e ao poder público e que a legislação seja aperfeiçoada”, pontuou.

Congresso – Em sua segunda edição, o Congresso Brasileiro de Direito e Sustentabilidade tem o objetivo de produzir discussões para colaborar com a defesa e o aprimoramento da Política Nacional do Meio Ambiente.

No evento, serão debatidos desafios legais e soluções para o desenvolvimento sustentável em dez painéis e quatro conferências principais, com a participação de representantes dos Três Poderes, comunidade científica, setor empresarial, produtores rurais, advogados, integrantes do Ministério Público e representantes da sociedade civil.

IBGE: Salário médio de um trabalhador baiano foi o 6º menor do Brasil em 2022

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que, em 2022, o salário médio mensal pago aos trabalhadores assalariados do setor empresarial...

SIMÕES FILHO: Credenciamento de ambulantes para trabalhar no Arraiá das Viúvas começa sexta

A Prefeitura de Simões Filho, por meio da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), realiza a partir desta sexta-feira (21/06) as inscrições para trabalhadores...
Prefeitura Porto Seguro

IBGE: Salário médio de um trabalhador baiano foi o 6º menor do Brasil em 2022

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que, em 2022, o salário médio mensal pago aos...
Fundação Jose Silveira

IBGE: Salário médio de um trabalhador baiano foi o 6º menor do Brasil em 2022

Dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que, em 2022, o salário médio mensal pago aos...

SIMÕES FILHO: Credenciamento de ambulantes para trabalhar no Arraiá das Viúvas começa sexta

A Prefeitura de Simões Filho, por meio da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), realiza a partir desta sexta-feira...

MAIS DE R$ 85 MILHÕES! Mega-Sena acumula e prêmio sobe para sábado

Ninguém acertou as seis dezenas sorteadas na noite desta quinta-feira (20/06) no concurso 2739 da Mega-Sena. Os números sorteados...

Vale do Canela ganhará obra de requalificação, anuncia Bruno Reis

A Prefeitura de Salvador deu início, nesta quinta-feira (20), às obras para requalificação da Avenida Reitor Miguel Calmon, mais...