Exemplo de imagem responsiva Prefeitura de Salvador
Informe Baiano
Exemplo de imagem responsiva Prefeitura de Salvador

Cuidadora de Zagallo processa filho de ex-técnico por assédio moral e pede R$ 330 mil

A enfermeira responsável por cuidar do ex-técnico Zagallo em seus momentos finais abriu uma ação por assédio moral contra Mario Cesar, filho caçula do ídolo. No processo, ela pede R$ 328.115,27 da Justiça.

O processo corre em segredo de Justiça no Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro, mas o UOL teve acesso. Zagallo morreu em janeiro deste ano, aos 93 anos de idade.

A enfermeira diz que estava no hospital cuidando dele até o dia da morte. Ela ingressou com a ação em abril, cobrando FGTS, multa, 13º, férias proporcionais e vencidas, diferenças salariais, verbas rescisórias, horas extras e indenização por assédio moral.

Segundo a enfermeira ao UOL, durante a pandemia, a funcionária da limpeza deixou de ir ao apartamento. Então, ela passou a ter que realizar serviços além do seu escopo, como limpeza do banheiro, passar roupas e preparo das refeições de Zagallo. Tudo isso diante de um ambiente de trabalho “hostil e humilhante”.

Em sua versão, o filho de Zagallo dava “ordens agressivas” para o cumprimento das novas obrigações, “muitas vezes acompanhadas de gritos”.

Ela mencionou que, em um grupo de WhatsApp feito pelo empregador, Mario Cesar passou a fazer comentários depreciativos. Começou a sugerir que a enfermeira deveria realizar tarefas extras enquanto Zagallo dormia, além de expor vídeos de sujeira no banheiro com acusações de má higienização. Isso aconteceu em um dia em que a profissional precisou levar o idoso, com suspeita de infecção, às pressas ao hospital.

“Foi submetida a uma série de constrangimentos, humilhações e exposições indevidas. A dependência do salário para seu sustento pessoal a tornou vulnerável à situação abusiva, obrigando-a a tolerar o ambiente hostil”, diz o processo.

A enfermeira afirma que, quando passou por entrevista de emprego para a vaga de cuidadora de idoso, em julho de 2017, Zagallo estava lúcido, mas dependia de auxílio para serviços básicos de locomoção, alimentação e higiene pessoal. O salário era de R$ 2.400, com 6 plantões por mês de 24 horas realizados na casa de Zagallo, mais um acréscimo de R$ 400 por plantão emergencial ou excedente. A enfermeira diz que foi dispensada em 5 de janeiro deste ano, por ocasião da morte do ex-jogador.

Lula diz que vai à OIT para ser “o representante dos trabalhadores”

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa, nesta quinta-feira (13), da conferência da Organização Internacional do Trabalho (OIT) em Genebra, na Suíça, que...

SONHO QUE VIROU PESADELO! Sheuba e Tiago Souza expõem empresa de arquitetura e apontam falhas na execução de obra

O que deveria ser um sonho se tornou um grande pesadelo. Os influenciadores baianos Sheila Matos, mais conhecida como Sheuba, e Tiago Souza afirmaram,...
Prefeitura Luis Eduardo Magalhães

Lula diz que vai à OIT para ser “o representante dos trabalhadores”

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa, nesta quinta-feira (13), da conferência da Organização Internacional do Trabalho (OIT)...
Fundação Jose Silveira

Lula diz que vai à OIT para ser “o representante dos trabalhadores”

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa, nesta quinta-feira (13), da conferência da Organização Internacional do Trabalho (OIT)...

SONHO QUE VIROU PESADELO! Sheuba e Tiago Souza expõem empresa de arquitetura e apontam falhas na execução de obra

O que deveria ser um sonho se tornou um grande pesadelo. Os influenciadores baianos Sheila Matos, mais conhecida como...

Prefeitura alcança mais de 300 casas reformadas pelo Morar Melhor no Arenoso

O Arenoso, bairro situado entre o Cabula VI e o Tancredo Neves, recebeu mais uma vez o Morar Melhor,...

FEIRA DE SANTANA: Adolescente de 17 anos morre em recepção de clínica após ser balead@

Um adolescente foi morto a tiros na Rua Barão de Cotegipe, no centro de Feira de Santana, cidade a...