Exemplo de imagem responsiva Prefeitura de Salvador
Informe Baiano
Exemplo de imagem responsiva Prefeitura de Salvador

Desenrola Brasil reduz o endividamento entre a população que mais precisa

Reduzir o endividamento melhora a vida das pessoas e ajuda a aquecer a economia do País, pois com o nome limpo, o cidadão pode voltar a consumir. O programa Desenrola Brasil, encerrado no último dia 20, contribuiu para reduziu a inadimplência entre a população que mais precisa, beneficiando 15 milhões de pessoas com a negociação de R$ 53 bilhões em dívidas.

A comunicadora socioambiental Lays Cristina Araújo está entre as pessoas que buscou o Desenrola Brasil para colocar a vida financeira em ordem. Ela estava com as contas organizadas até 2022, quando seu pai faleceu e surgiram despesas não previstas que a fizeram se endividar no cartão de crédito. O Desenrola Brasil foi a oportunidade para negociar as dívidas com condições melhores.

“Assim que começou busquei o Desenrola e, se não fosse o programa, com certeza eu ainda estaria com a dívida. Teve dívida minha que consegui desconto de quase 90% com o programa. Não teria sido possível, de forma alguma, conseguir quitar se não fosse pelo Desenrola”, disse Lays Cristina.

“Foi bastante intuitivo ver a diferença dos juros. Eu me preocupava muito com o fato de ter uns juros muito altos e na plataforma do governo você via a grande diferença. Pra mim foi importante organizar essas dívidas sem comprometer a sustentabilidade da minha família”, acrescentou a comunicadora socioambiental.

O Desenrola Brasil foi lançado pelo Governo Federal em julho de 2023 para combater a crise de inadimplência provocada pela pandemia da Covid-19. O balanço final mostra que o programa reduziu em 8,7% a inadimplência entre a população mais vulnerável do País, que era o público prioritário, a chamada Faixa 1. Essa faixa contemplou as pessoas com renda de até dois salários mínimos ou inscritas no CadÚnico, e as negociações eram feitas pelo site e pelos canais parceiros.

Pelos dados do Serasa, de maio de 2023 a março de 2024, caiu de 25,2 milhões para 23,1 milhões o número de pessoas inadimplentes dentro dos critérios da Faixa 1 do programa.

O diretor de programa da Secretaria de Reformas Econômicas do Ministério da Fazenda, Quênio França, afirmou que os resultados do programa vão além da renegociação de dívidas. Segundo ele, o Desenrola teve também a ação educativa de conscientizar o cidadão sobre gastar com responsabilidade.

Organização pessoal
“O Desenrola, além desses resultados diretos, trouxe para a pauta da sociedade a importância da regularização das dívidas, do acesso ao crédito de forma responsável, da educação financeira, da melhor gestão dos recursos nas finanças pessoais. Os credores perceberam que, para além dos recursos do Desenrola, para além das pessoas atendidas, muitas outras buscaram rever sua forma de consumo e rever suas dívidas. São mais pessoas tendo acesso ao crédito, mais pessoas fazendo uma melhor gestão dos seus recursos. São mais recursos que retornam para os credores pra eles fazerem novos investimentos. Então, para além desses números, houve repercussões positivas para toda a economia”, afirmou.

Descontos e juros menores
No site do programa, a média de descontos foi de 90% para pagamentos à vista e de cerca de 85% nos pagamentos parcelados. Nas operações parceladas, a média das renegociações foi realizada em 13 prestações, com média de juros de 1,82% ao mês. Em alguns casos, os juros chegaram a 1,63%. O tempo médio para concluir a renegociação foi de 3 minutos e 42 segundos.

Dados estaduais
Do total de 5.571 municípios com público elegível ao Desenrola, foram realizadas renegociações em 5.567 (99,9%). Os estados onde mais pessoas foram beneficiadas pelo programa foram São Paulo (25,3%), Rio de Janeiro (11,3%) e Minas Gerais (8,6%). Esses estados também lideraram em valores absolutos, em volume de renegociação (R$ 2,06 bilhões).

Na Faixa 1 do Desenrola, 52% do público elegível ao programa era formado por mulheres. Entre o público que efetivamente negociou na plataforma, o percentual de mulheres sobe para 56% do total.

Desenrola Fies
Outra iniciativa do Governo Federal para reduzir o endividamento está em curso. É o Desenrola Fies, que contabiliza mais de 292,6 mil acordos firmados até o dia 21 de maio. As renegociações continuam até o dia 31 de maio.

O Desenrola Fies oferece condições especiais de negociação para os contratos celebrados até o fim de 2017, com débitos vencidos e não pagos até 30 de junho de 2023. Os principais benefícios são descontos de até 99% do valor da dívida, 100% de redução nos juros e condições facilitadas de parcelamento.

MILHARES DE TIROS! Guerra urbana em Tancredo Neves danifica residências e ônibus ficam sem circular

Três noites seguidas de terror no bairro de Tancredo Neves e dezenas de casa atingidas. Na Rua Piauí, algumas balas chegaram a atingir geladeiras...

CORRERIA EM ITINGA: arma, munições e ‘kit do tráfico’ apreendidos

Policiais militares motociclistas do Comando de Policiamento da Região Metropolitana de Salvador (CPRMS) apreenderam uma pistola, munições e maconha, na noite de terça-feira (18),...
Prefeitura Luis Eduardo Magalhães

MILHARES DE TIROS! Guerra urbana em Tancredo Neves danifica residências e ônibus ficam sem circular

Três noites seguidas de terror no bairro de Tancredo Neves e dezenas de casa atingidas. Na Rua Piauí, algumas...
Fundação Jose Silveira

MILHARES DE TIROS! Guerra urbana em Tancredo Neves danifica residências e ônibus ficam sem circular

Três noites seguidas de terror no bairro de Tancredo Neves e dezenas de casa atingidas. Na Rua Piauí, algumas...

CORRERIA EM ITINGA: arma, munições e ‘kit do tráfico’ apreendidos

Policiais militares motociclistas do Comando de Policiamento da Região Metropolitana de Salvador (CPRMS) apreenderam uma pistola, munições e maconha,...

Auxílio para pessoas com transtorno mental é reajustado para R$ 755

O Ministério da Saúde aumentou de R$ 500 para R$ 755, o equivalente a 51%, o valor do auxílio...

STF retomará julgamento sobre descriminalização do porte de drogas

O Supremo Tribunal Federal (STF) marcou para a próxima quinta-feira (20) a retomada do julgamento sobre a descriminalização do...