Número de mortos em tremor no México pode ser de 90 pessoas

O número de mortos causadas pelo terremoto de 8,2 graus na escala Richter que atingiu o México na última sexta-feira (8) pode chegar a 90. Isso porque, segundo informou o governador do estado de Oaxaca, Alejandro Murat, durante uma reunião com a Proteção Civil na noite deste sábado (9), ao menos 71 pessoas perderam a vida no estado.

Até ontem, a Presidência mexicana havia confirmado 65 mortes – sendo 46 em Oaxaca, 15 em Chiapas e quatro em Tabasco. Os três foram os estados mais destruídos pelos tremores. Até o momento, o governo confirmou que já houve 846 réplicas do sismo, com intensidades entre 2 e 6 graus.

O terremoto da última sexta é considerado o mais forte do México desde 1932 – mas o presidente Enrique Peña Nieto chegou a afirmar que é o “pior da história” por conta do alto grau de destruição no país. Ele ainda decretou três dias de luto oficial pelas vítimas.