Aluno da Unifacs preso preventivamente é indiciado por estupro

Um aluno do primeiro semestre de design gráfico da Universidade Salvador (Unifacs), foi indiciado por estupro, após se masturbar na frente de, pelo menos, duas colegas. Preso em flagrante na última sexta-feira (10), o jovem de 30 anos teve, depois da audiência de custódia realizada segunda-feira (13), a prisão convertida em preventiva.

No final da manhã desta terça-feira (14), o rapaz foi apresentado à imprensa, acusado por duas colegas de colocar o órgão genital para fora da calça e se masturbar. “Ontem, duas estudantes da Unijorge telefonaram. falando que ele teve este mesmo procedimento quando estudou por lá”, contou a titular da 16 Delegacia Territorial (Pituba), delegada Selma Reis.

Explicou que, na sexta-feira (10), seguranças da Unifacs acompanhavam o caso através das câmeras e avisaram aos policiais da 16ª DT. “Nossa equipe foi até ao local e prendeu Douglas em flagrante”, disse Selma, acrescentando que, durante o interrogatório, debochou do trabalho da polícia, chegando a falar que logo estaria solto. “Ele se enganou”, ressaltou Selma, observando que o acusado será encaminhado, ainda nesta terça-feira (14), para o sistema prisional. Se condenado, poderá pegar pena entre seis e dez anos.