Vitória vira sobre o Corinthians e conquista primeiro triunfo no Brasileirão

O Vitória venceu o Corinthians de virada, por 3 a 2, no Barradão, em Salvador, na tarde deste domingo, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado anima a equipe baiana, goleada pelo Santa Cruz na estreia da competição e aumenta o jejum do time paulista, que soma agora 32 dias sem saber o que é vencer.

- publicidade -

JEJUM CORINTIANO

A última vitória do Corinthians foi ainda na primeira fase da Libertadores, em 20 de abril – 6 a 0 sobre o Cobresal, do Chile, quando jogou com seu time reserva. Desde então, foram quatro empates e uma derrota. Usando titulares, o jejum é ainda maior – vem desde os 4 a 0 sobre o RB Brasil, pelas quartas de final do Paulistão, no dia 16 de abril.

NA TABELA

O resultado mantém os dois times numa zona intermediária da tabela neste início de Brasileirão – o Vitória com três pontos e o Corinthians, um.

LANCES POLÊMICOS

A partida teve alguns lances polêmicos, mas os corintianos não podem reclamar. Segundo Paulo César de Oliveira, comentarista de arbitragem da TV Globo, o trio comandado por Heber Roberto Lopes “acertou em todas as jogadas capitais”. A principal delas foi o segundo gol do Vitória. Aos 11 da etapa final, Vander cruzou, Uendel tentou afastar e a bola bateu no corpo de Marinho, que aproveitou e mandou pra rede. Os jogadores do Corinthians reclamaram que foi com o braço. Heber Roberto Lopes entendeu que não houve intenção e validou o lance. Houve reclamação também no terceiro gol baiano, marcado por Kieza – o atacante saiu por trás da defesa corintiana, mas em posição legal.

PÚBLICO E RENDA

O público pagante foi de 12.417 pessoas (12.693 no total), com renda de R$ 314.847,00.

PRIMEIRO TEMPO

A etapa inicial foi agitada. Foram 21 finalizações – 10 do Vitória e 11 do Corinthians. O Timão abriu o placar numa jogada coletiva que culminou na esquerda com uma finalização cruzada e rasteira de Uendel, aos 25. Quatro minutos depois, Leandro Domingues, em jogada individual e na raça, empatou com um chute colocado. O Corinthians continuou melhor em campo e chegou ao segundo gol com Fagner, entrando de surpresa na área, aos 38.

SEGUNDO TEMPO

O Corinthians voltou disposto a manter a vantagem, mas deu brecha para o Vitória crescer. Com Leandro Domingues, Marinho, Kieza e Vander, a equipe baiana foi empurrando o Corinthians para trás. O empate surgiu aos 11, com Marinho, em lance que gerou reclamação de toque de mão por parte dos corintianos, mas foi legal, segundo Paulo César de Oliveira, comentarista de arbitragem da TV Globo. A virada surgiu aos 19, com Kieza, surgindo por trás da defesa corintiana, postada em linha. O Corinthians terminou o jogo no abafa, pressionando pelo empate. Vander ainda foi expulso aos 42, por reclamação. Mas o Vitória conseguiu segurar o resultado.

O QUE VEM POR AÍ

Na próxima rodada, o Vitória vai encarar o América-MG na quarta-feira, em Belo Horizonte, às 21h (horário de Brasília), e o Corinthians vai receber a Ponte Preta na quinta-feira, às 11h, em Itaquera.


Fonte: Globoesporte.com

Reviravolta na briga de Neymar com zagueiro: racismo ou homofobia?

Uma reviravolta na confusão entre Neymar e o espanhol Álvaro Gonzáles pode manchar ainda mais a imagem do jogador brasileiro. Nenhum meio de comunicação europeu conseguiu localizar...

Corinthians derrota Bahia por 3 a 2

Depois de três partidas consecutivas sem vencer, o Corinthians derrotou o Bahia por 3 a 2, nesta quarta-feira (16), na Neo Química Arena, em partida válida pela...