Médica nega atendimento a criança por a mãe ser petista

A pediatra Maria Dolores que negou atendimento a uma criança por a mãe ser petista pode ter a carteira do CREMEB cassada. O caso foi denunciado pela suplente de vereadora de Porto Alegre, Ariane Leitão, ao Conselho de Medicina do Rio Grande do Sul após a médica enviar mensagem afirmando que estava “declinando, em caráter irrevogável, da condição de pediatra” da criança, que era acompanhada desde o nascimento pela profissional. “Ela não quer mais ser pediatra do meu filho porque sou filiada ao PT. Isso é uma discriminação proibitiva. O direito do meu filho foi violado”, afirma a mãe.

 

Homens são presos com drogas, comidas e bebidas que seriam jogados em presídio de Salvador

No intervalo de cinco horas o Batalhão de Guardas (BG) da Policía Militar frustrou, na sexta-feira (17), três arremessos de materiais ilícitos para o Complexo Penitenciário Lemos...

Salvador: Drive Thru Solidário arrecada alimentos até este domingo (18)

Uma ação de solidariedade que vai ajudar a minimizar os impactos da pandemia de Covid-19 a pessoas em situação de pobreza em Salvador. Esta é a proposta...

Dia Mundial da Hemofilia: condição genética dificulta coagulação

O Dia Mundial da Hemofilia, neste sábado, 17 de abril, foi criado com a finalidade de conscientizar a sociedade e difundir informações sobre a hemofilia e outras...

Bira Corôa reivindica vacina para todas categorias da linha de frente da pandemia

Ampliar a vacinação para trabalhadores da linha de frente na pandemia e auxilio emergencial para classe trabalhadora foi uma das principais pautas debatida entre o deputado estadual...