Médica nega atendimento a criança por a mãe ser petista

A pediatra Maria Dolores que negou atendimento a uma criança por a mãe ser petista pode ter a carteira do CREMEB cassada. O caso foi denunciado pela suplente de vereadora de Porto Alegre, Ariane Leitão, ao Conselho de Medicina do Rio Grande do Sul após a médica enviar mensagem afirmando que estava “declinando, em caráter irrevogável, da condição de pediatra” da criança, que era acompanhada desde o nascimento pela profissional. “Ela não quer mais ser pediatra do meu filho porque sou filiada ao PT. Isso é uma discriminação proibitiva. O direito do meu filho foi violado”, afirma a mãe.

 

Últimas Noticias