Japão aproveita a 2ª expulsão mais rápida da história e vence a Colômbia

O confronto entre Colômbia (quinta colocada do Mundial de 2014) e Japão (vindo de conturbada preparação) sugeria vitória tranquila dos sul-americanos, inclusa a lembrança da goleada por 4 a 1 quatro anos atrás. Mas a expulsão do volante Carlos Sánchez, logo aos três minutos, alterou a dinâmica esperada para a partida. Foram os orientais que pressionaram, ficaram mais com a bola (58% de posse) e saíram da Arena Mordovia com uma incontestável vitória por 2 a 1, na abertura do Grupo H da da .

- publicidade -

Ficha do jogo

Colômbia 1 x 2 Japão
Local: Arena Mordovia, em Saransk. Árbitro: Damir Skomina (ESL). Público: 40.842. Cartão vermelho: Carlos Sánchez, aos 3 do primeiro tempo. : Kagawa, aos 6, Quintero, aos 39 do primeiro tempo; Osako, aos 28 do segundo tempo.
Colômbia: Ospina; Arias, Dávinson Sánchez, Murillo e Mojica; Carlos Sánchez e Lerma; Cuadrado (Barrios), Quintero (James Rodríguez) e Izquierdo (Bacca); Falcao García. : José Pekerman.
Japão: Kawashima; Sakai, Yoshida, Shoji e Nagatomo; Hasebe e Shibasaki (Yamaguchi); Haraguchi, Kagawa (Honda) e Inui; Osako (Okazaki). : Akira Nishino.

Decisão do Baiano é antecipada e adia estreia do Bahia no Brasileirão

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia O campeão baiano de 2020 será conhecido neste fim de semana, e não mais no dia 26 de agosto. A Federação Baiana de Futebol...

Ceará e Bahia decidem o título da Copa do Nordeste 2020

A noite é de decisão na Copa do Nordeste, o maior torneio regional do país. Ceará e Bahia entram em campo hoje (4), às 21h30 (horário de...