Japão aproveita a 2ª expulsão mais rápida da história e vence a Colômbia

O confronto entre Colômbia (quinta colocada do Mundial de 2014) e Japão (vindo de conturbada preparação) sugeria vitória tranquila dos sul-americanos, inclusa a lembrança da goleada por 4 a 1 quatro anos atrás. Mas a expulsão do volante Carlos Sánchez, logo aos três minutos, alterou a dinâmica esperada para a partida. Foram os orientais que pressionaram, ficaram mais com a bola (58% de posse) e saíram da Arena Mordovia com uma incontestável vitória por 2 a 1, na abertura do Grupo H da Copa do Mundo da Rússia.

- publicidade -

Ficha do jogo

Colômbia 1 x 2 Japão
Local: Arena Mordovia, em Saransk. Árbitro: Damir Skomina (ESL). Público: 40.842. Cartão vermelho: Carlos Sánchez, aos 3 do primeiro tempo. Gol: Kagawa, aos 6, Quintero, aos 39 do primeiro tempo; Osako, aos 28 do segundo tempo.
Colômbia: Ospina; Arias, Dávinson Sánchez, Murillo e Mojica; Carlos Sánchez e Lerma; Cuadrado (Barrios), Quintero (James Rodríguez) e Izquierdo (Bacca); Falcao García. Técnico: José Pekerman.
Japão: Kawashima; Sakai, Yoshida, Shoji e Nagatomo; Hasebe e Shibasaki (Yamaguchi); Haraguchi, Kagawa (Honda) e Inui; Osako (Okazaki). Técnico: Akira Nishino.

Reviravolta na briga de Neymar com zagueiro: racismo ou homofobia?

Uma reviravolta na confusão entre Neymar e o espanhol Álvaro Gonzáles pode manchar ainda mais a imagem do jogador brasileiro. Nenhum meio de comunicação europeu conseguiu localizar...

Corinthians derrota Bahia por 3 a 2

Depois de três partidas consecutivas sem vencer, o Corinthians derrotou o Bahia por 3 a 2, nesta quarta-feira (16), na Neo Química Arena, em partida válida pela...