Em Tel Aviv, Rui vai a feira de segurança e prospecta negócios na área hídrica

Com uma extensa agenda de reuniões nesta terça-feira (13), em Tel Aviv, centro financeiro de Israel, o governador Rui Costa segue com os compromissos internacionais após ter passado, na semana passada, por Barcelona e Madrid, onde também estabeleceu encontros de negócios. Na manhã desta terça-feira (13), Rui participou da abertura da 5ª Conferência e Exposição Internacionais HLS & Cyber, uma feira bienal de segurança que apresenta as últimas novidades na área da cyber segurança.

Rui também se encontrou com o ministro de Economia de Israel. Nesse evento, participaram, além do governador, o secretário da Casa Civil, Bruno Dauster, e o Superintendente de Inteligência da Secretaria de Segurança Pública, Rogério Medeiros. A SSP já mantém relações comerciais com empresas israelenses através da aquisição de equipamentos de segurança. Durante a feira, foram visitados os estandes das empresas Globe Keeper, Sayvu e Cellebrite, que fornecem plataformas de comunicação criptografada, aplicativos para comando e comunicação, inteligência digital, dentre outras ferramentas de segurança.

- publicidade -

À tarde, o governador também se reúne com executivos de mais duas empresas que atuam na área de recursos hídricos – a Mekorot e Utilis. O objetivo do encontro com executivos da Mekorot é obter detalhes do processo de gerenciamento de recursos hídricos de Israel operados pela companhia, bem como conhecer a forma de coleta, tratamento e recuperação de águas residuais. Na Utilis, última empresa a ser visitada pelo governador, o objetivo é conhecer o método de detecção de vazamentos via satélite, mesma tecnologia empregada pela Nasa para procurar água em outros planetas.

Rui, acompanhado do secretário Bruno Dauster e do presidente da Embasa, Rogério Cedraz, visitam, também pela tarde, a empresa Odis Fitering, que se dedica ao tratamento de água, além de projetar, fabricar, instalar e gerenciar estações de tratamento de água e esgoto. A visita à empresa visa avaliar o potencial de negócios que o governo baiano poderá estabelecer com a companhia. A empresa fabrica unidades de dessalinização modulares móveis que podem ser utilizadas emergencialmente nos períodos críticos de seca para potabilizar águas salobras de mananciais subterrâneos e superficiais. Tais módulos podem ser facilmente transportados de uma área para outra, permitindo a otimização do seu uso em caráter temporário/provisório.

Ultimas Noticias

Bolsonaro

“CPMF de volta, não”, defende Bolsonaro ao comentar reforma tributária

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou nesta sexta-feira (19/07/2019) que a reforma tributária a ser enviada ao Congresso Nacional pelo governo não vai criar...

Chocolates de cooperativas ganham destaque em festival no sul baiano

Chocolate sem lactose, aromatizantes e glúten; com jaca, abacaxi, coco, com licuri e goiaba... As combinações exóticas, que geram sabores marcantes e peculiares, produzidas...

Prefeitura de Salvador requalifica travessa e campo de futebol em São...

"Aqui antes era muito ruim, muita lama em época de chuva, horrível de andar. Agora está maravilhoso, está 100%". O relato do pedreiro e...

Canditados na lista de espera do ProUni devem comprovar informações

A partir de hoje (19), todos os candidatos que estão na lista de espera do Programa Universidade para Todos (ProUni) deverão ir às instituições...
Publicidade