Para seguir na briga por título, Fla pega o Cruzeiro e ‘seca’ Palmeiras

O Flamengo vai a campo às 17 horas deste domingo, contra o Cruzeiro, no Mineirão, em Belo Horizonte, para tentar manter viva a esperança de conquistar o título do Brasileirão. Além da vitória obrigatória no confronto, a equipe carioca precisa torcer por um tropeço do Palmeiras.

Após 36 rodadas, o Flamengo tem 69 pontos, cinco a menos do que o líder do torneio. Como os flamenguistas só podem chegar a 75 pontos, caso vençam Cruzeiro e Atlético Paranaense, o Palmeiras só vai perder o título se empatar um jogo e perder o outro, em duelos contra Vasco e Vitória – se houver empate, o clube carioca será campeão por causa do número de vitórias, primeiro critério de desempate do torneio.

Apesar da dificuldade para tirar a diferença do Palmeiras, o Flamengo pode contar com o embalo de três vitórias seguidas. Depois de perder por 2 a 1 para o Botafogo, no Engenhão, o time treinado por Dorival Júnior superou o Santos por 1 a 0, no Maracanã, o Sport por 1 a 0, na Ilha do Retiro, e o Grêmio por 2 a 0, também no Maracanã.

Desde que o técnico assumiu a equipe, em 28 de setembro, formam seis vitórias, três empates e só uma derrota, justamente aquela sofrida para o Botafogo. “Sem dúvida, a chegada dele causou uma mudança de postura. Algumas coisas fizeram diferença. Não dá para dizer que se ele começasse antes a situação seria diferente”, diz Willian Arão.

Por opção de Dorival, Arão e o goleiro César ganharam as posições de titulares de Diego e Diego Alves, o qual não aceitou virar reserva e foi afastado do elenco. Por outro lado, o meia pode recuperar lugar na equipe, mas na vaga de Lucas Paquetá, que na última quarta-feira cumpriu suspensão por causa de cartão vermelho.

Diego foi autor de um dos gols na vitória contra o Grêmio, partida em que o zagueiro Rhodolfo foi titular no lugar de Léo Duarte, poupado por causa de desgaste físico e que deve retomar lugar na equipe. Henrique Dourado está fora do confronto contra o Cruzeiro porque sofre com uma infecção de pele no rosto, por isso o colombiano Fernando Uribe vai iniciar como centroavante de novo.

Relacionados