Fundo de mobilidade: Hélio lembra que foi uma indicação sua e cobra soluções para crise

A crise financeira no transporte público foi denunciada mais uma vez pelo vereador Helio Ferreira (PCdoB) durante discurso na Câmara Municipal (28). Após lembrar que o Projeto que cria o Fundo de Mobilidade Urbana é uma indicação sua, e que foi modificado e enviado à Casa pelo Executivo Municipal, ele cobrou soluções para os problemas enfrentados no setor e que estão afetando diretamente os trabalhadores.
“O primeiro projeto que eu apresentei foi o do Fundo Mobilidade, que já apontava esse problema da crise do transporte em Salvador. Mas infelizmente foi engavetado e agora, por uma necessidade urgente, o executivo manda o projeto para esta Casa.”
De acordo com o parlamentar, que é presidente da Comissão de Transportes e Serviços da Câmara e presidente licenciado do Sindicato dos Rodoviários da Bahia, este ano os rodoviários vão receber a primeira parcela do 13o. salário com atraso devido a crise financeira no setor.
“ Os trabalhadores, pela primeira vez, vão receber a primeira parcela do seu décimo atrasada, que seria para ser paga dia 20 de novembro e vai receber agora dia 30, porque os bancos não liberaram a linha de crédito para os empresários, e os rodoviários tiveram a sensatez de esperar por mais dez dias. Então, esse fundo vai servir para que os empresários realmente cumpram seus deveres, renove a frota de ônibus, que está sucateada em Salvador.”
Ferreira criticou ainda a ausência de ações sociais no Projeto. “O Fundo também precisa fazer uma inserção social das pessoas que não têm condições de pagar tarifas. Por isso, apresentei no meu projeto que existe uma grande quantidade de pessoas que andam a pé na cidade. Estudantes de escola pública, que muitos não vão para a escola porque os pais não têm condições de bancar a sua passagem. Existe a idade do idoso, que era para ser 60 anos e hoje é 65. Então esse Fundo também tem que expandir essas correções e financiar coisas importantes para a categoria rodoviária. O trabalhador de transporte necessita de um centro de apoio psicológico para tratar de seus estresses do trabalho do dia a dia. O rodoviário é assaltado hoje e, se a gente não tiver cuidado, ele é colocado novamente para trabalhar, enfrentando toda violência urbana da cidade de Salvador”, concluiu.

Ultimas Noticias

Pokémon Go: motorista flagrado pela polícia no acostamento jogando com oito...

Um policial do estado de Washington, nos Estados Unidos, parou para ajudar o que ele pensava ser um veículo quebrado e encontrou outra coisa:...

Tentativa de feminicídio: mulher é esfaqueada pelo marido em Juazeiro; acusado...

Com um mandado de prisão em aberto por tentativa de feminicídio contra a ex-companheira, Raimundo Nonato dos Santos, foi preso, nesta sexta-feira (16/08), por...
FGTS

Maior rendimento do FGTS exige atenção na hora do saque

A distribuição de 100% dos lucros do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) exigirá planejamento do trabalhador que sacar tanto os R$...

Carro voador pode chegar ao mercado nos próximos 5 anos

A empresa japonesa Nec Corp testou um carro elétrico em Tóquio, Japão, em uma ocasião que lhe permitiu demonstrar a viabilidade do projeto...
Publicidade