Angela Merkel pede união e cooperação internacional contra pressões

No tradicional discurso de Ano-Novo, a chanceler da Alemanha, Angela Merkel, destacou a importância da “cooperação internacional” contra a pressão que busca impedir as “certezas tradicionais”. Segundo ela, é preciso “defender, argumentar e lutar” por crenças e convicções.

A chanceler afirmou que está convencida de que os desafios só serão enfrentados se “nos unirmos e trabalharmos com outros além-fronteiras”. Ela citou como desafios questões relacionadas às mudanças climáticas, à crise migratória e ao terrorismo internacional. “Queremos resolver todas essas questões porque é do nosso interesse.”

Ocupando um assento temporário, de 2 anos, no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU), Merkel disse que o esforço será para buscar “as melhores soluções”.

“Continuaremos a aumentar nosso financiamento para ajuda humanitária e de desenvolvimento, e também vamos elevar nossos gastos com defesa.”