Sétimo Guardião: Eurico terá que escolher entre irmandade e Valentina

Eurico (Dan Stulbach) vai se ver entre a cruz e a espada, em O Sétimo Guardião. Comprometido com Valentina (Lília Cabral) em dar um jeito de ela se apoderar do casarão que pertenceu a Egídio (Antonio Calloni) para explorar a água milagrosa da fonte – e assim faturar uma fortuna com a cunhada –, o prefeito de Serro Azul vai saber que Gabriel (Bruno Gagliasso) aceitou ser guardião do aquífero e viver no belo imóvel de seu falecido pai. Uma “sinuca de bico” para o marido de Marilda (Letícia Spiller).

Eurico está conversando com Valentina na sede da prefeitura quando Milu (Zezé Polessa) chega querendo falar com ele a sós. Cínico, ele diz à guardiã que já entrou com uma ação para que a liminar que impede a desapropriação do casarão de Egídio seja derrubada. Tudo, segundo ele, belo bem da fonte.

Nesse momento, Milu trata de dizer que ele não precisa mais se “preocupar” em proteger a fonte. Intrigado, o prefeito a questiona e a esotérica diz que esse papel cabe a Gabriel. Afinal, o rapaz decidiu se tornar o sétimo guardião do aquífero que fica justamente sob a residência que pertenceu a Egídio. Mais do que isso, a posse já tem até mesmo data marcada: a próxima noite de lua cheia.

Com a revelação, Eurico fica em pânico, imaginando como dará a notícia a Valentina, com quem se comprometeu a desapropriar o casarão, e tendo que escolher entre a cunhada e a irmandade da qual faz parte como um dos guardiães.

Relacionados