Quadrilha que incendiou secretaria de Camaçari cobrava por inscrição em programa social

Cinco integrantes de uma quadrilha acusada de venda de supostas inscrições para aquisição de imóveis do programa Minha Casa Minha

Continue