Projeto de Bacelar determina que bebidas alcoólicas sejam transportadas em porta-malas

O consumo de bebida alcoólica antes de dirigir é uma das principais causas de mortes em acidentes de trânsito. Uma alternativa para diminuir a violência nas vias foi proposta, esta semana, pelo deputado federal Bacelar (Podemos/BA). O parlamentar apresentou o projeto de lei que altera o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) e endurece as penalidades para quem for flagrado dirigindo sob efeito de álcool ou drogas.

Pelo texto, só será permitido transportar bebidas no porta-malas do veículo. O parlamentar argumenta que os passageiros embriagados podem incentivar o motorista a consumir álcool e acabar causando acidentes. “O motorista será punido se qualquer passageiro estiver portanto bebida alcoólica . Não importa se for no banco da frente ou no de trás. E também não importa se o motorista não tiver ingerido bebida. Minha intenção é prevenir acidentes e poupar vidas”, afirmou Bacelar.

O projeto também ajusta o valor da multa de acordo com a renda do motorista. Segundo o deputado, o valor será calculado com base no preço de mercado do veículo. Já os carros que não podem ser cotados no mercado, como os de coleções ou conduzidos por empregados e motoristas profissionais, terão um valor mínimo estipulado. “As multas padronizadas pesam menos no bolso dos mais ricos do que no orçamento dos mais pobres. Por isso, sugeri que a penalidade seja calculada pelo valor do carro. Infelizmente, o brasileiro só aprende quando dói no bolso. Enquanto as penalidades forem brandas, continuaremos a ser destaque nos noticiários internacionais”.