“Pastor” que dava aulas missionárias é acusado de pedofilia em Pindobaçu

Acusado de abusar sexualmente de crianças, na cidade de Pindobaçu, Francisco Antônio do Nascimento, conhecido como “Pastor”, teve o mandado de prisão temporária por pedofilia cumprido, na quarta-feira (12/06), por investigadores da 19ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Senhor do Bonfim). 

A investigação foi iniciada após denúncias encaminhadas para a unidade policial sobre os abusos. “Pastor” atraia as crianças com aulas missionárias e distribuía lanches e presentes. “Ele ainda ameaçava as vítimas para que não contassem nada sobre os atos”, acrescentou o delegado Felipe Néri, coordenador da 19ª Coorpin.

Francisco foi preso durante a Operação Ilusão, na qual os investigadores cumpriram um mandado de busca e apreensão na casa do acusado e localizaram armas. Ele também foi atuado em flagrante por posse de arma e está à disposição da Justiça.

Governo do Estado firma parceria para ampliar oferta de crédito aos microempreendedores baianos

O Governo do Estado concretizou cooperação técnica na tarde desta quarta-feira (12), por meio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre) e da Agência de...

Mutirão vai cadastrar pacientes com doenças crônicas para vacina contra Covid-19

Para facilitar o acesso das pessoas com as doenças crônicas (comorbidades) às doses da vacina contra Covid-19 em Salvador, a Secretaria Municipal da Saúde realizará nesta sexta-feira...

Ação na ilha de Paramana resulta em morte de líder da facção OP

Uma ação conjunta da 10ª Companhia Independente, Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e Departamento de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco) resultou, nesta...

Página no Instagram para auxiliará na busca por desaparecidos

Mais uma ferramenta para auxiliar na busca de pessoas desaparecidas está em funcionamento. A Delegacia de Proteção à Pessoa (DPP) criou o perfil @desaparecidospcba no aplicativo Instagram...