Em Salvador, Azi destaca que “tempo recorde das obras é a marca da gestão de ACM Neto”

Presidente do Democratas na Bahia, o deputado federal Paulo Azi esteve presente no ato que entregou o complexo de viadutos João Gilberto, que faz parte do sistema do BRT de Salvador. O novo modal de transporte ficará totalmente pronto até o final de 2020.

Em conversa com o Informe Baiano, o parlamentar destacou que a obra ocorreu “em tempo recorde, como é a marca da administração de ACM Neto”.

Para Azi, “com certeza vai destravar esse trânsito intenso” da região.

O complexo João Gilberto é formado por dois viadutos. Com a abertura do tráfego, os motoristas oriundos do Shopping da Bahia não precisarão mais fazer o retorno para acessar o Itaigara pela Av. ACM. Para quem deseja se dirigir à Lucaia estando no Itaigara, também não haverá mais necessidade de retorno. Cada viaduto possui três faixas, sendo duas para veículos e uma para o transporte público (o BRT).
Demais elevados – Um terceiro viaduto do BRT está sendo erguido nas proximidades do Shopping da Bahia.O primeiro trecho prevê ainda a implantação de quatro elevados, que já estão em fase de construção, próximos ao Hiper, Cidadela e na altura do Parque da Cidade. Esses elevados também terão vias segregadas para o transporte público, pistas expressas e ciclovia, além de estações de transbordo.

As estruturas vão possibilitar a fluidez do trânsito da Av. ACM, considerado centro nervoso da cidade, diminuindo consideravelmente o tempo de deslocamento das pessoas pela localidade. Isso porque os viadutos e elevados vão possibilitar a eliminação de semáforos e retornos nas vias exclusivas do BRT.

Além disso, o conceito das estações nos elevados vai facilitar a acessibilidade e a integração com os ônibus convencionais. Isso porque o cidadão terá acesso às estações sem precisar passar por passarelas, de forma mais segura, utilizando escadas, elevadores e rampas. Vale frisar ainda que o BRT será 100% integrado ao metrô.

Segundo trecho – Em agosto de 2019, a Prefeitura publicou a licitação para o segundo trecho do BRT, entre o Parque da Cidade e a Estação da Lapa, passando pelas avenidas Juracy Magalhães e Vasco da Gama. A expectativa é que a ordem de serviço para o início das obras seja dada ainda no início de 2020.

Essa segunda etapa terá 7km de extensão e prevê a construção de seis estações. Além disso, estão previstos 6km de ciclovia ao longo de quase todo trajeto e mais três elevados. A parada na Estação da Lapa será adaptada para o BRT na estação superior do terminal, e também integrará com o metrô e as linhas de ônibus convencionais.

Complexo de viadutos João Gilberto vai melhorar mobilidade na Av. ACM

Últimas Noticias

Mega-Sena deve pagar R$ 22 milhões neste sábado

O concurso 2.446 da Mega-Sena deve pagar hoje (22) o prêmio de R$ 22 milhões a quem acertar as...