Prisco processará PT e presidente municipal do partido em Curaça por racismo

O deputado estadual Soldado Prisco recebeu com perplexidade e indignação uma reportagem do Inflrme Baiano que aponta uma nota publicada pelo presidente do Partido dos Trabalhadores (PT) do município de Curaça que não só defendeu servidora que agrediu e praticou racismo contra um policial militar como também afirmou que chamar policial de macaco “faz parte da cultura nordestina”. Prisco reagiu: “Já estamos preparando a ação não só contra o PT como também para penalizar esse cidadão”, afirmou.

Segundo Prisco, o ato de tentar justificar o injustificável é tão criminoso quanto o da servidora. “Um absurdo que um partido dito dos trabalhadores, dito defensor dos direitos humanos, tem como presidente de uma regional um cidadão que reitera atos declaradamente racistas praticados por servidora pública”, disparou.

Chamar policial de macaco faz parte da cultura nordestina, diz PT de Curaça

Bolsonaro posta foto ao lado de cão e diz: ‘vacina obrigatória só no Faísca’

Em meio à polêmica sobre a vacinação contra a covid-19 ser obrigatória ou não, o presidente Jair Bolsonaro divulgou no sábado à noite uma foto em suas...

Vila Ruy Barbosa: cabeleireiro é esfaqueado em casa e família suspeita de crime de homofobia

O cabeleireiro Rauan Pereira dos Santos, 29 anos, foi espancado a pedradas e ainda esfaqueado, dentro da casa, no bairro Vila Ruy Barbosa, em Salvador, na madrugada...