“Fui agredido e chamado de policinha”, rebate candidato a vereador sobre briga no Colina Azul

Candidato a vereador pelo PSC, Luizinho rebateu a acusação de agressão feita pelo líder comunitário conhecido como Otto. Os dois trocaram socos na terça-feira (29/09), na Baixa da Paracaína, em Colina Azul, que fica na região de Pau da Lima. O representante do presidente da Câmara Municipal de Salvador, Geraldo Júnior, alega que foi agredido covardemente após ter sido acusado de arrancar uma faixa. O rosto do jovem ficou machucado e com hematomas.

Em conversa com o Informe Baiano, Luizinho apresentou outra versão. Disse que, na verdade, ele foi a vítima e também mostrou marcas de agressão. Conforme o policial licenciado, que tem como principal bandeira a defesa de aves silvestres, ele levou socos no ouvido e está com a “canela da perna” inchada devido a um chute.

“Começou da seguinte forma. Eu recebi a ligação da Sucop pedindo auxílio para as máquinas entrarem. Eu fiquei acompanhando a obra, que foi um pedido meu. Dez minutos, os três chegaram e ficaram observando. Na saída, indagaram o engenheiro e perguntaram de quem era a obra. Aí o engenheiro disse: ‘Eu não posso me meter nessa seara’. Insistiram e o engenheiro disse: ‘a obra tá endereçada a Luizinho’. Eles aí se exaltaram e disseram que estava errado. Foi aí que ele me chamou de p*no c* e ‘policinha’. Após isso, realmente entramos em vias de fato. Ele me agrediu e eu revidei. Estou com a perna danificada e tomei um murro no ouvido que até agora está doendo. Um deles observou e não se meteu. O outro eu tenho dúvidas”, disse Luizinho, que acrescentou.

“Não foi nada contra o presidente Geraldo Júnior, que é um homem decente e tem meu respeito. E se eu for eleito vereador, serei um aliado dele. Agora, há um vídeo que mostra esse homem me empurrando e toda agressão. E eu tenho testemunhas que provam o que eu estou falando. Inclusive, esse cidadão apoia dois candidatos. Em relação a faixa, eu não disse que foi ele, até porque eu não tenho provas. Eu não conheço esse rapaz, não quero nem saber o nome dele. Se eu tivesse má intenção eu não estava lá desarmado, estava acompanhando a obra, que é luta diária”, concluiu Luizinho, candidato a vereador pelo PSC.

Líder comunitário de Geraldo Júnior é espancado por candidato a vereador no Colina Azul

Acordo prevê proibição de comícios, passeatas e caminhadas em Caldeirão Grande e Pindobaçu

As coligações partidárias de Caldeirão Grande e Pindobaçu firmaram ontem, dia 22, acordo com o Ministério Público eleitoral no qual se comprometeram a limitar atos de propaganda...

Serviços on-line da Transalvador serão suspensos neste sábado (24)

Quem desejar agendar um atendimento presencial na sede da Transalvador deve ficar atento. Em virtude da atualização e implantação de um novo sistema, os serviços disponibilizados à...