Liberdade ganha biblioteca renovada e com protocolos de segurança

Referência em cultura na Liberdade, uma das regiões mais populosas de Salvador, a Biblioteca Denise Tavares está de volta de cara nova após requalificação realizada pela Prefeitura. A nova sede do equipamento, situada na Rua Adelino Santos, no Curuzu, foi entregue nesta quarta-feira (6) com as presenças do prefeito ACM Neto, do secretário municipal da Educação (Smed), Bruno Barral, e do presidente da Fundação Gregório de Mattos (FGM), Fernando Guerreiro.

A intervenção na biblioteca, administrada pela FGM, teve investimento de quase R$1 milhão. Desse total, R$350 mil foram oriundos da Smed e aplicados na recuperação do prédio. O valor restante foi investido pela fundação na modernização do espaço, dentre mobiliário e equipamentos eletrônicos, além de contratação de equipe técnica qualificada para desenvolver o trabalho.

“Tem um peso simbólico muito grande este equipamento estar situado aqui, no coração da Liberdade, um dos bairros com maior densidade populacional da cidade e com uma identidade multicultural própria da força do seu povo. Afinal de contas, são diversas as manifestações que brotam do bairro que acaba revela talentos para o Brasil e o mundo, em diferentes segmentos”, pontuou ACM Neto.

O prefeito ainda completou que a biblioteca será um convite permanente para a frequência de crianças e jovens, sobretudo da rede pública de ensino, sendo um instrumento importante inclusive para a retomada das atividades na área da educação. “Vejam que a tendência dessa retomada deverá começar com o trabalho extracurricular, com o reforço escolar, com ambientação das crianças na escola, nivelamento e, só então, fazer a retomada regular do ensino. Assim, nada melhor do que ter o reforço de um espaço como esse da Biblioteca Denise Tavares”.

Importância – O presidente da FGM ressaltou que a nova sede da biblioteca está situada em um imóvel em excelente localização, próximo à principal via de ligação do bairro (Rua Lima e Silva), além de ser mais amplo e confortável. “A expectativa é de que passem pelo local 500 pessoas por semana. A própria comunidade se mobilizou e pediu para que o equipamento retornasse às atividades”, disse Guerreiro.

Ele ainda lembrou que esta é a terceira biblioteca entregue desde 2013 pela Prefeitura – além dela, entram a lista a unidade do Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) de Valéria e a requalificação da Edgar Santos, na Ribeira. Além disso, a gestão municipal possui parceria com 40 bibliotecas comunitárias espalhadas pela cidade, e tem instalado pontos de leitura, a exemplo da que funciona na Praça Lord Cochrane, na Centenário.

Estrutura – De acordo com a gerente de Bibliotecas e Promoção do Livro e Leitura, Jane Palma, o projeto da nova Denise Tavares foi elaborado dentro do conceito moderno de biblioteca, onde cada espaço tem como objetivo o acolhimento e bem-estar dos visitantes. “Cada sala tem um layout diferente, conforme o público ao qual se destina. Além de livros e levando em consideração a leitura da arte em cada unidade inaugurada nesta gestão, este espaço literário recebe como suporte artístico a arte de rua, com pinturas do artista Eder Muniz (Calangos)”, explicou.

Por exemplo, a sala do Infocentro possui a obra a Natureza Humana, no sentido de mostrar que a natureza é uma forma de conexão com o mundo. Na Sala Infantil, está presente a temática do Universo do Índio, com elementos da fauna e flora brasileira. A professora e bibliotecária que dá nome a casa está retratada em um espaço especial que conta um pouco da sua história.

Também foi criado um espaço reservado para pesquisadores de mestrado e doutorado, bem como para estudantes de concurso, chamado Sala do Pensador. No local, a decoração traz a obra A Chave do Conhecimento, representada por uma coruja (símbolo da sabedoria) com uma chave. A biblioteca possui ainda uma sala multiuso, destinada a palestras, apresentações, encontro com autores e ações com a comunidade, assim como acessibilidade, incluindo itens em libras e braile. O acervo inicial reúne 15 mil títulos.

Funcionamento – O horário de funcionamento da Biblioteca Denise Tavares será de segunda a sexta, das 9h às 17h, e aos sábados, das 9h às 13h (exceto feriados). Devido à pandemia e seguindo os protocolos de segurança sanitária, o atendimento deverá ser agendado através do e-mail lenildes@salvador.ba.gov.br. Todos os funcionários e pesquisadores terão a temperatura aferida na entrada e será obrigatório o uso de máscara e luva nas dependências do local.

História – Bibliotecária e professora, Denise Fernandes Tavares nasceu em Nazaré das Farinhas (atual Nazaré), no dia 4 de maio de 1925, onde fez os primeiros estudos e descobriu a vocação para trabalhar com crianças. Em 1943, formou-se professora primária e, no ano seguinte, chegou a Salvador, onde passou num concurso para regente de classe na Escola Marquês de Abrantes.

Em 1958, diplomou-se em Bibliotecária Documentalista pela Escola de Biblioteconomia e Documentação da Universidade da Bahia. Com o sonho de atrair o interesse das crianças para os livros, Denise realizou um dos mais importantes trabalhos de biblioteconomia no Norte e Nordeste, com repercussão nacional e internacional: a criação de uma rede de bibliotecas infantis, em uma época onde as bibliotecas não possuíam o mesmo nível de importância das escolas.

Diante da repercussão de uma campanha promovida pela professora para arrecadar recursos para a instalação de uma biblioteca, o prefeito Wanderley Pinho doou um chalé no jardim de Nazaré para que fosse concretizado o feito. Assim, em 18 de abril de 1950, foi inaugurada a Biblioteca Infantil Monteiro Lobato, uma “casa de livros” aberta para todas as crianças baianas, onde Denise foi diretora até falecer, em 1974.

Em 10 de agosto de 1978, é homenageada com uma biblioteca em seu nome, na região da Liberdade. Em 2018, a unidade precisou ser fechada devido a um ataque de vandalismo que causou graves problemas na estrutura hidráulica da casa.

Mulher revela que Ivete Sangalo salvou criança de afogamento em Praia do Forte

Uma mulher revelou nas redes sociais que a cantora Ivete Sangalo salvou seu sobrinho de um afogamento. O ato da artista teria ocorrido no último sábado (24/10),...

TCA em Casa divulga programação da última semana de outubro

Fechando o mês de outubro, o Teatro Castro Alves (TCA) segue em seu ‘TCA em Casa’. A agenda online mantém as atividades de difusão da arte e...

Museu Geológico da Bahia realiza 22ª edição da Semana da Criança

A 22ª edição da Semana da Criança, evento anual promovido pelo Museu Geológico da Bahia (MGB), que ocorre entre os dias 26 e 28 outubro, terá programação...

Secult lança prêmio para Pontos de Cultura pelo Programa Aldir Blanc Bahia

A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), através da Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Cultura (Sudecult) lança, nesta quarta-feira (21), mais um edital do Programa...