“Se os bares estão abertos, por que não permitir as barracas de praia?”, questiona Olívia

Na manhã de quinta-feira (08/10), barraqueiros de Itapuã fizeram uma manifestação reivindicando retorno das atividades das barracas de praia. Em entrevista coletiva, ACM Neto disse que não vai ceder. “Protestos são normais da democracia, mas nós não guiamos nossas ações através de protesto”.

Candidata a prefeita de Salvador, Olívia Santana critica a postura da atual gestão. “Os bares e restaurantes estão abertos, os ambulantes voltaram, algumas praias foram liberadas, todos com protocolos de segurança sanitário, por que os barraqueiros não podem retornar com as atividades?”,questiona a candidata.

Ilma Bonfim, barraqueira, diz que a hora de ganhar dinheiro é agora, com a chegada do verão, além do que o sustento da sua família depende do trabalho com o comércio nas praias. “O problema é que a gente não tem uma data pra voltar a trabalhar, não tem solução, não tem nada. Precisamos de um retorno porque esse auxílio é muito pouco”, reivindica.

Para Olívia, é preciso analisar os índices de contaminação na cidade e pensar numa estratégia conjunta com diversos órgãos, já que algumas atividades retornaram. “Imagino o sofrimento das pessoas que dependem dessa atividade para sustentar suas famílias. Não é possível que não tenha nenhuma solução”, critica. Ela fala que, de forma conjunta, é possível pensar numa estratégia de rodízio de barraqueiros, vendas apenas de bebidas e limite de cadeiras.

Em seu Plano de Governo, Olívia tem como proposta um plano de retomada econômica focado em criar oportunidades e promover a geração de trabalho e renda, considerando a diversidade de territórios e espaços de Salvador.

Governador anuncia publicação de resultado final de concursos para Polícia Militar e Corpo de Bombeiros

A Secretaria da Administração do Estado (Saeb) publica, nesta sexta-feira (27), o resultado final e a homologação de dois concursos públicos para a Polícia Militar da Bahia...

MP recomenda a estruturação do Sistema Municipal de Cultura do Município de Miguel Calmon

O Ministério Público estadual, por meio da Promotoria de Justiça Regional de Meio Ambiente de Jacobina, recomendou ao Município de Miguel Calmon a estruturação do Sistema Municipal...