Inema concentra esforços para salvar tartaruga ameaçada de extinção encalhada em Maraú

Em missão para salvar uma tartaruga-de-couro (Dermochelys coriacea), espécie ameaçada de extinção que apareceu encalhada na praia de Piracanga, em Maraú, na última quinta-feira (22), técnicos do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Inema), tanto da Unidade Regional (UR) de Ilhéus quanto da Coordenação de Gestão de Fauna (CGFAU), em conjunto com especialistas da ONG Coração de Tartaruga, se mobilizaram neste sábado (24) para encaminhar o animal até a Fundação Projeto TAMAR, no município de Mata de São João, que atua há 40 anos na pesquisa, manejo e proteção das tartarugas marinhas no Brasil.

Fêmea, pesando cerca de 300 kg e com o comprimento curvilíneo da carapaça de 1,53 m, a tartaruga foi vista encalhada pela primeira vez no dia 15 de outubro, em Ilhéus, e posteriormente no dia 18, segundo relatos recebidos por técnicos do Inema lotados na região cacaueira. Segundo a coordenadora da UR Sul, Cibelle Pinto, na última quinta-feira o Inema foi acionado e prontamente mobilizou a equipe com o intuito de realizar o resgate.

“Por volta das 8h fomos informados de que havia uma tartaruga-de-couro encalhada na Praia de Piracanga, em Maraú com as mesmas características do indivíduo encalhado em Ilhéus. O animal apresentava ausência da nadadeira anterior direita, caracterizando o terceiro encalhe deste animal. Fomos em conjunto ao local para iniciar os procedimentos de resgate e estabilização”, relatou a coordenadora.

Os técnicos do Instituto, André Nascimento e Luciana Rosa, que acompanharam o animal em sua chegada, afirmam que numa primeira avaliação clínica a tartaruga demonstrou a presença de graves escoriações por todo o corpo, inclusive com exposição do osso do crânio.

O médico veterinário Rodrigo Lopez, da ONG Coração de Tartaruga, que também acompanhou o resgate afirmou que todos os procedimentos possíveis foram adotados visando salvar a espécie ameaçada de extinção. “Após discussão do caso com os órgãos competentes (TAMAR – ICMBio e INEMA), veterinários do Projeto TAMAR e Instituto de Pesquisa e Reabilitação de Animais Marinhos (IPRAM-ES) optou-se pela remoção do animal para piscina compatível com o tamanho do espécie visando teste de flutuabilidade e natação, dando início aos procedimentos de suporte a vida”, afirmou o medico veterinário.

Após a transferência para o projeto TAMAR, em Arembepe, na cidade de Camaçari, o animal encontra-se isolado na piscina sob observação e mantém o quadro de saúde estável.

A médica veterinária e coordenadora da Fundação Projeto TAMAR, Thais Pires, recebeu o animal na noite do último sábado após pouco mais de 10h de viagem, onde indivíduo recebu todos os cuidados necessários acompanhado por um especialista monitorando a situação. Segundo a médica, a situação da tartaruga é muito delicada, mas uma equipe de especialistas do Projeto segue montitorando.

“A gente está fazendo de tudo para recuperar esse animal, mas sabemos que a reabilitação de tartaruga-de-couro é um grande desafio por conta das suas características. Ele é um animal de grande porte, muito sensível e a gente sabe que o desafio é grande, mas faremos de tudo que for melhor para esse indivíduo”, avaliou.

Morre Francisco Camargo, pai dos sertanejos Zezé e Luciano

Na manhã desta terça-feira (24), morreu o pai de Zezé di Camargo e Luciano, Francisco José de Camargo, de 84 anos, em um hospital em Goiânia. A...

TCA em Casa divulga programação da quarta semana de novembro

O Teatro Castro Alves (TCA) anuncia a programação da quarta semana de novembro do ‘TCA em Casa’, que tem ‘Terça da Música’, ‘Conversas Plugadas’, ‘Voltando aos Palcos’...

Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz ecoam música afro-baiana no Domingo no TCA

No Mês da Consciência Negra, o Teatro Castro Alves (TCA) traz ao Domingo no TCA um dos mais ilustres nomes da representação da música afro-baiana: Letieres Leite...

Casa do Benin reabre com programação especial

Um dos espaços mais importantes voltados para a cultura negra da cidade, a Casa do Benin foi reaberta para visitação após cerca de oito meses fechada por...