Prêmio Sesc de Literatura abre inscrições para obras inéditas

O Prêmio Sesc de Literatura edição 2021 abre inscrições na próxima segunda-feira (25), para escritores com obras inéditas nas categorias conto e romance. As inscrições são gratuitas. Os interessados têm até 19 de fevereiro para concluir o processo de inscrição, que é feito via internet. O regulamento completo pode ser acessado em no site.

O Prêmio Sesc de Literatura é considerado um dos mais importantes do país. Ao oferecer oportunidades aos novos escritores, a premiação contribui para a renovação do panorama literário brasileiro e enriquece a cultura nacional. Os vencedores têm suas obras publicadas e distribuídas pela editora Record, com tiragem inicial de 2 mil exemplares. Desde sua criação em 2003, mais de 16 mil livros foram inscritos e 31 novos autores foram revelados.

O analista de Literatura do Departamento Nacional do Sesc, Henrique Rodrigues, salientou que a parceria com a editora Record contribui para a credibilidade e a visibilidade do projeto, uma vez que insere os livros na cadeia produtiva do mercado livreiro. Rodrigues observou que apesar da pandemia do novo coronavírus, o prêmio segue rumo à sua décima oitava edição, com o propósito de revelar novos escritores.

Desde 2003, a premiação se consolidou como a principal porta de entrada de autores iniciantes no mercado literário do país. No ano passado, foram inscritos 1.358 livros, sendo 692 romances e 666 contos, informou o analista.

Anonimato
Os livros são inscritos pela internet por pseudônimos. Rodrigues afirmou que isso impede que os integrantes da comissão avaliadora reconheçam os reais autores, o que evita qualquer favorecimento. Os romances e contos são avaliados por escritores profissionais renomados, que selecionam as obras vencedoras pelo critério da qualidade literária. Os autores premiados vêm sendo convidados para outros importantes eventos internacionais, como a Primavera Literária Brasileira, realizada na França; o Festival Literário Internacional de Óbidos, em Portugal; e a Feira do Livro de Guadalajara, no México.

Os vencedores da edição de 2020 foram Caê Guimarães, do Espírito Santo, na categoria romance, com a obra ‘Encontro você no oitavo round’; e Tônio Caetano, do Rio Grande do Sul, na categoria conto, por ‘Terra nos Cabelos’. Henrique Rodrigues avaliou que a escolha de vencedores de diferentes partes do Brasil reafirma o aspecto de diversidade do projeto em descobrir talentos de todas as regiões do país.

Em 17 anos de prêmio, diversos autores foram descobertos e se consolidaram na literatura nacional, entre os quais estão Juliana Leite, Rafael Gallo, Luisa Geisler, André de Leones, Franklin Carvalho, Sheyla Smanioto e Lucia Bettencourt.

No dia Internacional da Mulher, Kátia Oliveira destaca conquistas, mas alerta: “Ainda temos muitos desafios”

A deputada estadual Kátia Oliveira (MDB) destacou nesta segunda-feira (8), quando é celebrado o Dia Internacional da Mulher, as conquistas do público feminino nos últimos anos, mas...

Livre-se da caspa em minutos com limão. É fácil…

A tão odiada caspa surge devido a vários fatores, devendo-se sobretudo ao estresse, mas também ao modo incorreto de tratar o cabelo, conforme explica um artigo publicado...

Pré-selecionados do Prouni têm até sexta para comprovar informações

Os estudantes pré-selecionados em lista de espera do processo seletivo do Programa Universidade para Todos (Prouni), edição do 1º semestre de 2021, têm até a sexta-feira (12)...

Aproveite a safra de março e abril para preparar receitas econômicas

Conhecer os alimentos das safras do ano ajuda não só nas economias mensais, como também na organização das refeições em casa. Além desses ingredientes serem encontrados facilmente...