Vacina de Pfizer tem 94% de eficácia, diz estudo de Israel

Um estudo feito pela principal seguradora de saúde de Israel, a Clalit, com 1,2 milhão de pessoas mostrou que a vacina anti-Covid da Pifzer e da BioNTech tem 94% de eficácia em prevenir a doença de maneira sintomática e de 92% em evitar casos graves.

Segundo o estudo publicado neste domingo (14), os cientistas dividiram as pessoas em dois grupos, sendo que metade já tinha recebido as duas doses do imunizante e a outra não tinha sido imunizada com nenhuma dose.

“A eficácia da vacina é mantida em todas as faixas etárias, incluindo aqueles que têm mais de 70 anos”, disse ainda a empresa em nota. Israel optou por imunizar todas as pessoas acima dos 16 anos e pretende ter toda a população alvo protegida até o fim do mês de março.

O Ministério da Saúde informou que já vacinou quase quatro milhões de pessoas até o momento, sendo que 2,5 milhões receberam as duas doses. A população total do país é de cerca de nove milhões.

Boletim da Covid-19 registra 100 óbitos e mais de 19 mil casos ativos

Nesta quinta-feira (25) foram registrados 100 óbitos, o maior número desde o início da pandemia em um boletim epidemiológico sobre a Covid-19. Apesar dos óbitos terem ocorrido...

Contrato com Escola Pública de Trânsito fez TCE/BA desaprovar contas do Detran em 2020

Graves irregularidades de contrato foram apontadas em auditoria e punidas pelo plenário do Tribunal ao julgar prestação de contas do exercício de 2018 do Detran A divulgação, nos...

Governo do Estado distribui mais 100 mil máscaras no sistema metroviário de Salvador e Lauro de Freitas

Mais 100 mil máscaras de pano estão sendo distribuídas para os passageiros do sistema metroviário Salvador Lauro de Freitas. A iniciativa é realizada por meio de uma...

Compras até domingo (28) concorrem no sorteio de março da Nota Premiada

O prazo para participar do próximo sorteio da Nota Premiada Bahia se encerra neste domingo (28). As compras realizadas com CPF na nota até esta data vão...