Auxílio emergencial indevido foi pago a 7 milhões de pessoas, aponta TCU

No momento em que Congresso e governo discutem como viabilizar a volta do auxílio emergencial, o Tribunal de Contas da União (TCU) divulgou o Balanço da Fiscalização do Auxílio Emergencial. O TCU identificou que pelo menos 7,3 milhões de pessoas receberam indevidamente o benefício, o que representou R$ 54 bilhões pagos. O coordenador-geral de Controle Externo da Área Econômica e das Contas Públicas do TCU, Tiago Dutra, falou à Rádio Senado sobre o balanço e as principais causas do pagamento indevido.

Três causas principais geraram pagamentos indevidos, de acordo com Tiago Medeiros, coordenador-geral de Controle Externo da Área Econômica e das Contas Públicas do TCU. A primeira, segundo ele, foram bases de dados que não estavam completas desde o início, como as de militares e servidores de estados e municípios. Outro problema, de acordo com Medeiros, foi verificar todo mês se a pessoa continuava ou não sem renda formal.

A terceira causa foi a autodeclaração de renda e composição familiar, um “ponto fraco” do auxílio emergencial, segundo o coordenador do TCU. “Esse é um caso que não tem solução fácil. A solução seria obrigar o beneficiário a atualizar esses dados mensalmente ou garantir acesso a informações bancárias”, afirmou à Agência Senado.

Fonte: Agência Senado

Copom eleva juros básicos da economia para 3,5% ao ano

Em meio ao aumento da inflação de alimentos, combustíveis e energia, o Banco Central (BC) subiu os juros básicos da economia em 0,75 ponto percentual pela segunda...

Postos SAC Camaçari e Valença ampliam horário de atendimento ao público

Os postos SAC Camaçari e Valença ampliaram o horário de funcionamento. As duas unidades anteciparam em uma hora o início das atividades diárias, para aumentar a capacidade...

Três incríveis benefícios da canela para a saúde

A canela é uma especiaria popular. É rica em cinamaldeído, que se acredita ser o responsável pela maioria dos benefícios da canela para a saúde. A canela...

Novas fábricas devem investir R$ 5 milhões em Lauro de Freitas, Vitória da Conquista e Itapetinga

Três novos empreendimentos devem promover a geração de 285 empregos diretos, com investimentos de mais de R$ 5 milhões, em três municípios, de acordo com a Secretaria...