Banco de perfis genéticos de criminosos ultrapassa 100 mil registros

O banco de perfis genéticos ultrapassou os 100 mil registros cadastrados. Destes, 75 mil são de criminosos condenados e 25 mil foram coletados em cenas de crimes. A maioria das pessoas está ligada a casos de abuso sexual.

Em um ano, o crescimento do número de cadastros foi de 40%. Segundo o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), o uso do banco de perfis genéticos auxiliou até o momento duas mil investigações.

O banco foi criado em 2013. De acordo com o MJSP, ele ajuda na produção de provas ao ofertar o DNA de possíveis participantes, também contribui para inocentar pessoas e facilitar a conexão entre diferentes casos investigados.

Conforme o órgão, o investimento para a iniciativa saiu de R$ 35 milhões em 2019 para R$ 80 milhões em 2020.

Copom eleva juros básicos da economia para 3,5% ao ano

Em meio ao aumento da inflação de alimentos, combustíveis e energia, o Banco Central (BC) subiu os juros básicos da economia em 0,75 ponto percentual pela segunda...

Postos SAC Camaçari e Valença ampliam horário de atendimento ao público

Os postos SAC Camaçari e Valença ampliaram o horário de funcionamento. As duas unidades anteciparam em uma hora o início das atividades diárias, para aumentar a capacidade...

Três incríveis benefícios da canela para a saúde

A canela é uma especiaria popular. É rica em cinamaldeído, que se acredita ser o responsável pela maioria dos benefícios da canela para a saúde. A canela...

Novas fábricas devem investir R$ 5 milhões em Lauro de Freitas, Vitória da Conquista e Itapetinga

Três novos empreendimentos devem promover a geração de 285 empregos diretos, com investimentos de mais de R$ 5 milhões, em três municípios, de acordo com a Secretaria...