Operação contra o BDM em Castelo Branco 

O Departamento de Homicídios e Proteção á Pessoa (DHPP) deflagrou, na última quinta-feira (1º), em Castelo Branco, a Operação Antártica. A ação teve como objetivo cumprir mandados de prisão, além de apurar denúncias a cerca das mortes ocorridas na região. 
  
Vinte equipes policiais diligenciaram nas localidades Moscou I e II, Lindolfo, XXI, Vila Canária, Bica, Pela Porco e Creche, onde ocorreu um triplo homicídio, no último dia 22, e teve como vítimas Ezequiel da Cruz Reis, Carlos Alberto de Jesus Santos Junior e Bruno Oliveira Sales Benvindo. 

De acordo com o coordenador da 2ª Delegacia de Homicídios (DH/Central), delegado José Mário da Silva, as mortes têm relação com disputas entre quadrilhas rivais por pontos de tráfico de drogas.  

“Algumas pessoas foram abordadas e intimadas para prestar depoimentos na unidade. Coletamos informações que vão ajudar nas investigações e outras ações preventivas serão realizadas no bairro”, acrescentou a diretora do DHPP, delegada Andréa Ribeiro. 

Diligências referentes à informações disponibilizadas no Disque-denúncia também foram realizadas durante a operação, que contou com o apoio de 80 policiais do DHPP e dos Departamentos de Repressão e Combate ao Crime Organizado (Draco), de Polícia Metropolitana (Depom), de Crimes Contra o Patrimônio (DCCP) e da Coordenação de Operações Especiais (COE).