Risco de contágio é muito menor em aviões com assento do meio desocupado

Em um avião, manter os assentos do meio desocupados pode reduzir a exposição dos passageiros ao vírus SARS-CoV-2 em mais de metade, diz um novo estudo, publicado nesta quarta-feira.

O estudo foi realizado por investigadores do Centro do Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos e da Universidade do Estado do Kansas e é citado pelo CNBC.

Em modelos de laboratório, descobriram que a exposição dos passageiros ao vírus que causa a Covid-19, em aviões de corpo largo e estreito, pode ser reduzida em 23% a 57% se as companhias aéreas deixarem os assentos do meio desocupados – mesmo que não estejam utilizando máscaras.

O estudo, porém, não analisou o uso de máscaras em voos.

Últimas Noticias

“Larica Pop”: Gominho vai apresentar programa em rádio baiana

O apresentador Gominho resolveu fixar residência em Salvador e fechou uma parceria com a Salvador FM para apresentar um...