Após pesquisa mostrar que perda de renda aumentou violência doméstica, Ireuda alerta: “Estamos diante de uma realidade preocupante”

A presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, vereadora Ireuda Silva (Republicanos), alertou para as consequências danosas da perda de renda das mulheres na pandemia do novo coronavírus. Pesquisa realizada pelo Datafolha revelou algo surpreendente: foi a falta de autonomia financeira, não o isolamento, que deixou a parcela feminina da sociedade mais vulnerável à violência.

De acordo com o levantamento, 25% das entrevistadas afirmaram que a perda de emprego contribuiu para a violência que sofreram; 22% citaram a maior convivência com o agressor. Além disso, 62% das vítimas de agressões disseram que a renda familiar diminuiu. Já entre as que não sofreram violência, o percentual foi de 50%.

“Essa situação é pior do que imaginávamos, porque será difícil encontrar uma solução a curto prazo. Grande parte das mulheres que perderam o emprego vai demorar para se recolocar no mercado de trabalho. Com isso, o ciclo de violência também vai se prolongar. E não apenas a violência física, mas a psicológica e a patrimonial, com o aumento da dependência financeira em relação aos companheiros agressores. Estamos diante de uma realidade lamentável e preocupante”, diz Ireuda.

Ainda de acordo com a pesquisa, 45% das mulheres não fizeram nada após a agressão. Apenas 12% denunciaram em uma delegacia da mulher e 7,5% denunciaram em uma delegacia comum. “Infelizmente, vemos que a maioria das vítimas ainda reluta em procurar uma delegacia, provavelmente por medo do agressor, de quem depende financeiramente”, acrescenta.

Agricultura familiar dá sabor ao São João da Bahia e garante emprego e renda para agricultores

O São João da Bahia tem cheiro e sabor da agricultura familiar. Este ano, as festas continuam suspensas, mas as delícias típicas estão garantidas. A colheita dos...

MP e PM discutem estratégias para coibir guerra de espadas em Cruz das Almas durante o período junino

Os promotores de Justiça André Lavigne, coordenador do Centro de Apoio Operacional Criminal (Caocrim), Luis Alberto Pereira, coordenador do Centro de Apoio Operacional de Segurança Pública e...

Como os cítricos podem beneficiar a saúde do coração

As doenças cardíacas, incluindo ataques cardíacos e derrames, são a causa de morte mais comum no mundo. E nestas doenças, em específico, os cítricos podem ter um...

Quase 4 toneladas de alimentos são distribuídas pelo PAA em São Sebastião do Passé

O Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), segue garantindo alimento na mesa das pessoas que mais precisam e renda para os agricultores baianos. Na segunda entrega do...