Lei que autoriza “pílula do câncer” é sancionada por Dilma

A presidente Dilma Rousseff sancionou, sem vetos, a lei que autoriza o uso da fosfoetanolamina, conhecida como “pílula do câncer”, por pacientes diagnosticados com neoplasia maligna. Pacientes diagnosticados vão poder utilizar o produto, desde que um médico assine o laudo. O texto foi publicado nesta quinta (14) no Diário Oficial da União.

Pilula decreto

Últimas Noticias

Seis alimentos ricos em ácido fólico. Entenda a sua importância

O ácido fólico ou folato é uma vitamina do grupo B, especificamente B9, e é importante para manter a...