“A gaita tocou”: traficante morto em Cosme de Farias estava com pistola da PM de Sergipe

Drogas variadas, uma pistola da Polícia Militar de Sergipe e outros itens utilizados no comércio ilegal foram apreendidos, no final da manhã desta segunda-feira (6), com um homem apontado como envolvido com o tráfico de drogas. O flagrante aconteceu, na rua 4ª da Baixa do Tubo, em Cosme de Farias, na capital baiana.

O homem e comparsas estavam na localidade, quando foram avistados por policiais da Rondesp Atlântico e correram em direção a uma construção. Parte do grupo fugiu e um homem atirou contra os PMs. Ele acabou ferido, chegou a ser socorrido para o Hospital Geral do Estado, mas não resistiu.

Com o homem foram encontrados uma pistola da Polícia Militar de Sergipe, munições, 114 porções de entorpecentes, três celulares, uma pochete e outros itens. Por meio das redes sociais, militares comemoraram a ação e disseram que “a gaita tocou”, em referência a música que anunciava óbitos na minissérie O Auto da Compadecida. Um morador em contato com o Informe Baiano relatou que o homem integrava a facção Comando Vermelho e seria membro da quadrilha de Zóio de Gato, que teve o enteado morto no Porto da Barra esse final de semana. O caso foi registrado na Corregedoria da Polícia Militar.

Morto no Porto da Barra seria enteado do traficante “Zóio do Gato”

Últimas Noticias