Átila do Congo comemora reajuste nas viagens feitas por motoristas por aplicativo

O vereador Átila do Congo (Patriota) comemora o reajuste nas tarifas cobradas em viagens do aplicativo Uber. Ele destaca que, após semanas de mobilização na Câmara Municipal de Salvador e através das redes sociais, a empresa concedeu o benefício e concretizou o aumento para os autônomos.

Como explica o vereador, de acordo com a Uber, desde a última segunda-feira (6) houve mudanças nos valores base e de tempo x distância, com um aumento de até 50% em diversas cidades do país. Na capital baiana, além dessas taxas, também foi modificado o ganho mínimo em todas as viagens, que passou para R$ 5.

A categoria Comfort teve um reajuste de até 29% no município. O ganho mínimo era R$ 4,65 e passou para R$ 6, como diz Átila do Congo, que cita também os ganhos em Feira de Santana, onde o valor base passou de R$ 1,65 para R$ 2,12.

O vereador celebra o feito e afirma que a estrada é longa para se conseguir o ideal para os motoristas. “É uma categoria brava, com trabalhadores que rodam a qualquer hora. Os passageiros da cidade têm o conforto de contar com o serviço a qualquer hora do dia. As empresas necessitam reconhecer isso e ampliar, para além das taxas, os direitos empregatícios. Podem ter certeza que não vamos parar de medir esforços para dar voz e vez a categoria”, disse.

Aplicativo municipal

De autoria do vereador Átila do Congo, segue em tramitação na Câmara Municipal o Projeto de Indicação nº 392/2021 para criação de um aplicativo municipal para motoristas autônomos de Salvador.

O vereador Átila do Congo explica que a ferramenta tem a proposta de reduzir as taxas impostas por empresas privadas aos trabalhadores, no intuito de trazer uma opção mais rentável ao mercado, com a cobrança apenas do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS) no valor das corridas.

“A proposta de indicação possui o aval do prefeito Bruno Reis, após conversas para realizar os ajustes necessários e irá para votação em plenário”, completou Átila do Congo.

Últimas Noticias