Cinzas de influencer vendida ilegalmente para casamento fantasma

As cinzas da influencer Luoxiaomaomaozi, que morreu em uma transmissão ao vivo na plataforma Douyin, similar ao TikTok, foram comercializadas ilegalmente por um agente funerário, na China. A jovem foi cremada e os restos mortais vendidos para homens que queriam realizar “casamentos fantasmas”.

Conforme a mídia local, Luoxiaomaomaozi foi convencida por seguidores a se matar no último dia 15 de outubro. Ela tinha mais de 678 mil seguidores na Douyin.

De acordo com o jornal Malay Mail, no “casamento fantasma”, as pessoas se “casam” com os mortos por acreditarem que mesmo as almas que já partiram precisam se casar para manter a prosperidade dos seus filhos.

A prática foi proibida na China por décadas, mas ganhou força recentemente, com um novo mercado de vendedores “casamenteiros fantasmas” on-line. Conforme a polícia, três homens que tentaram vender as cinzas da jovem foram presos.

Últimas Noticias

Nova base náutica de Itaparica impulsiona turismo na Baía de Todos-os-Santos

Consolidado como importante polo turístico da Baía de Todos-os-Santos, o município de Itaparica passa a contar com uma completa...