Escolas da rede estadual de ensino são disponibilizadas para abrigar atingidos pelas chuvas na Bahia

As escolas da rede estadual estão sendo abertas e servindo de apoio para ações voltadas à assistência aos desabrigados pelas chuvas, em diversas cidades da Bahia. Famílias já estão abrigadas no Colégio Estadual Pedro Américo, no Colégio Modelo e no Centro Estadual de Educação Profissional Álvaro Melo Vieira (CEEP), em Ilhéus; no Colégio Modelo e no Polo da Universidade Aberta do Brasil-Bahia (UAB), em Itabuna.

Os diretores e funcionários também estão a postos para atender os desabrigados no Colégio Estadual Alcides David, em Itapitanga; no Colégio Estadual Maria Olímpia, em Aurelino Leal; no Colégio Estadual do Cajueiro, em Ibicaraí. Também estão abertos os colégios Modelo, Polivalente e Alfredo Dutra, em Itapetinga; o Centro Territorial de Educação Profissional (CETEP), em Itororó; o Centro Educacional Monteiro Lobato, em Firmino Alves; o Polivalente, em Itambé; e o Colégio Estadual Duque de Caxias, em Iguaí.

O secretário da Educação do Estado, Jerônimo Rodrigues, destacou que a SEC se une às frentes de trabalho do Estado no enfrentamento aos problemas causados pelas enchentes. “Estamos abrindo as portas das escolas e contactando com os prefeitos. Além de toda a nossa solidariedade, estamos dando todo apoio que pudermos no enfrentamento a esta situação que é muito grave”, afirmou.

A diretora do Núcleo Territorial de Educação do Litoral Sul (NTE 05), com sede em Itabuna, Leninha Vila Nova, explicou como as escolas estão mobilizadas. “Além de abrir as escolas e contactar com as prefeituras, estamos conclamando para que doações, como cobertores, colhões, água e alimentos não perecíveis, possam ser direcionadas para as escolas”, disse.

O diretor do NTE Médio Sudoeste da Bahia (NTE 08), em Itapetinga, Alécio Chaves, também falou sobre o engajamento da comunidade escolar no território. “Fizemos arrecadação na semana passada e direcionamos para o NTE em Itabuna. Agora continuamos o trabalho, mas voltado para o nosso território, que também está sendo devastado por esta tempestade. Todas as nossas 16 escolas do território, dos 13 municípios, estão à disposição das prefeituras para servirem de abrigo”.

Últimas Noticias