Projeto aprovado torna setembro o Mês Nacional de Prevenção ao Suicídio

O suicídio é a segunda maior causa de morte de jovens entre 15 e 29 anos no mundo. De acordo com a Organização Pan-Americana de Saúde, o Brasil ocupa a 8ª posição no ranking de países onde ocorrem mais suicídios, com 12 mil casos por ano. Um projeto (PL 5.062/2020) aprovado pela Comissão de Educação (CE) nesta quinta-feira (12) cria o Mês Nacional de Prevenção ao Suicídio, em setembro. O

A proposta também relaciona as atividades a serem promovidas pelos órgãos do poder público durante o período: campanhas para divulgar informações sobre as formas de prevenção ao suicídio, palestras, eventos e atividades educativas e iluminação de prédios públicos na cor amarela.

Para debater o texto foram realizadas duas audiências públicas interativas, a primeira em setembro de 2019, na Comissão de Assuntos Sociais (CAS), sobre a automutilação e o suicídio. Os convidados apresentaram dados estatísticos sobre o suicídio e defenderam o uso de tecnologia, a adoção de estratégias de prevenção, o fortalecimento das políticas públicas e a criação de serviços mais eficientes para atendimento aos cidadãos.

A segunda audiência pública foi realizada também em 2019 pela Comissão de Direitos Humanos (CDH). Na ocasião, os convidados discutiram a importância do fortalecimento do movimento “Setembro Amarelo” e uma campanha nacional de conscientização sobre a prevenção do suicídio.

Últimas Noticias

Fazendo dieta? Quatro alimentos enganadores, diga não!

Talheres ao alto! A verdade é que certos alimentos saudáveis, podem ser enganadores e até engordar. Alimento saudável não...