Produção quilombola e laticínio de Camaçari na Feira Origem Week

O seminário “Bahia Descobre a Bahia” reuniu representantes da Secretaria de Turismo do Estado (Setur-BA), empresários, produtores rurais e representantes do trade turístico, na sexta-feira (10), durante a Feira Origem Week, no Centro de Convenções de Salvador. Eles discutiram as potencialidades dos produtos gourmet e do artesanato originários das 13 zonas turísticas baianas. O evento segue até domingo (12) e tem o apoio do Governo do Estado.

“Essa feira é um momento ímpar para divulgar a diversidade da Bahia, como também dos produtores terem a oportunidade de fazer novos negócios, que devem resultar no fomento do nosso turismo gastronômico e rural”, ressaltou o superintendente de Serviços Turísticos da Setur-BA, João Henrique Paolilo.

Para o consultor da Associação Comercial de São Paulo, Maurício Manfré, “o evento mostra a Bahia e a brasilidade para o mundo, falando de tantos produtos maravilhosos que existem no território baiano, já que há o interesse do estrangeiro em saber mais sobre a origem do que é produzido aqui”.

Um dos destaques da Origem Week é a participação da Associação de Beijuzeiras de Cordoaria, do quilombo de mesmo nome, localizado no município de Camaçari, na zona turística Costa dos Coqueiros. A entidade é composta por mulheres que produzem derivados da mandioca, como beiju, tapioca e farinha. O trabalho delas tem atraído turistas brasileiros e estrangeiros.

“Temos clientes de Minas Gerais, de São Paulo e do exterior. Eles chegam para conhecer a produção de beiju e acabam passando o dia. O restaurante do quilombo oferece comidas típicas da região, como galinha de quintal e tilápia na palha da banana. Tem também capoeira e percussão. Acabamos de receber uma proposta para cadastrar nossa comunidade na rota do turismo”, explicou a produtora Jaciara Calheiros.

Outro destaque vindo de Camaçari é o laticínio Kadosh, que produz queijos de cabra (cuia, defumado e coalho) e iogurtes. O empreendimento possui o Selo de Arte do Estado da Bahia, na categoria empresa familiar. Os produtos são comercializados na Região Metropolitana de Salvador (RMS) e em Feira de Santana.

Últimas Noticias

Soteropolitanos festejam a chegada do Fogo Simbólico a Pirajá

As celebrações pela Independência do Brasil na Bahia tiveram início na capital baiana na tarde desta sexta-feira (1º), na...