Estudantes de Rio do Pires realizam sarau literário com obras da Literatura Brasileira

Com leitura de obras literárias e apresentações musicais e teatrais, o Colégio Estadual Paulo VI, no município de Rio do Pires, realizou, segunda-feira (13), o primeiro sarau literário da unidade de ensino. O projeto alcançou 155 estudantes dos turnos matutino e vespertino, e teve como objetivo divulgar as obras clássicas da Literatura Brasileira; incentivar a leitura; difundir a arte; e descobrir talentos na comunidade escolar.

O estudante Rafael Henrique, 16, 2º do Ensino Médio, interpretou o personagem Augusto do livro “A moreninha” e relatou que literatura é uma das suas disciplinas prediletas. “Desde que comecei a ter aula de literatura, foquei em cada escola literária e, assim, fui aprendendo sobre cada movimento e suas características. Já estudei até o Romantismo e apresentei uma peça referente ao tema. O projeto é muito importante, auxilia na compreensão dos alunos e foi muito interessante ver os ensaios e a colaboração de todos. Percebi que a arte é uma ótima forma de inclusão dos estudantes no seu processo de aprendizagem”.

A estudante Mariana Almeida Oliveira,16, 2º do Ensino Médio, gostou do sarau e disse que o processo foi animado e criativo. “Fiz várias coisas. Na peça “Iracema”, fiquei como figurinista, ajudei no cenário e interpretei o personagem Cuabi. O sarau ajudou na criatividade dos alunos, foi um desafio fazer os figurinos, apresentar os textos e fazer a peça. O projeto estimulou a leitura das obras e ajudou na compreensão do livro”.

De acordo com a gestora da unidade escolar, Liege de Cássia, o sarau surgiu como uma atividade complementar. “Tivemos a primeira edição do projeto e ficamos satisfeitos com os resultados. Os alunos foram orientados pelos professores a conhecerem e estudarem sobre a nossa literatura e seus principais autores. Trabalhamos com grandes obras, como “A Moreninha” de Joaquim Manuel de Macedo, e “Iracema”, de José de Alencar, entre outras representações sobre a Semana de Arte Moderna. Ainda tivemos encenações de músicas com a Banda de Chico Buarque de Holanda”.

A professora de Literatura Brasileira, Maria Valéria Madureira, disse que a leitura prepara o estudante para desempenhar qualquer papel na sociedade e que o estudante foi protagonista em todo processo. “Alunos tímidos se destacaram nas apresentações e, a partir do sarau, os percebo mais ativos e engajados nas atividades propostas. Os estudantes foram os responsáveis desde a escolha dos personagens até a apresentação do sarau. A participação começou com a leitura dos clássicos e, em seguida, com a elaboração de roteiros, ensaios e culminância com uma apresentação teatral”.

Últimas Noticias

Brasil tem 106 casos de varíola dos macacos confirmados

O Brasil tem 106 casos confirmados de varíola dos macacos (Monkeypox), segundo levantamento do Ministério da Saúde. A maioria...