Coluna do Meio: a polarização da morte; ‘Fofão’ mostra que foguete tem ré; e o ‘Deputado Pix Ambulante’

1. Direto da Esplanada: Um deputado conhecido nos bastidores pela astúcia em garantir emendas para seus municípios e outras coisitas mais, está conhecido na Bahia como “Pix Ambulante”. Um dos motivos é que o parlamentar trocou recentemente sua pomposa aeronave. Ele também desferiu ataques contra um prefeito da região Sudoeste, demostrando total falta de urbanidade e educação familiar. Resumindo, o Congresso favorece cada vez mais os congressistas.

2. Política e sangue: O lamentável episódio em Foz do Iguaçu (PR) que resultou na morte do militante petista Marcelo Arruda e deixou o bolsonarista José da Rocha Guaranho gravemente ferido expôs, mais uma vez, a grave situação causada pela polarização nacional. Pior: agora os times de Lula e Bolsonaro disputam quem morreu mais. A cena da barbárie na cidade que faz fronteira com Paraguai e Argentina foi registrada em vídeo e agora cabe aos investigadores o esclarecimento.

3. Falta equilíbrio: Para completar, mesmo diante da grave situação que atinge o país, os dois presenciáveis insistem na política separatista e fomentam essa guerra que pode derramar ainda mais sangue. O ex-presidente Lula diz que o acusado de provocar a tragédia foi estimulado por um “presidente irresponsável”. Bolsonaro, por sua vez, afirma que é “o lado de lá que dá facada, que cospe, que destrói patrimônio, que solta rojão em cinegrafista, que protege terroristas internacionais”.

4. Basta? Esse caso provoca algumas reflexões sobre como seria um eventual novo governo petista ou bolsonarista a partir de 2023. Será que a população deseja mais quatro anos de extremismo e ódio? O país ainda suporta tanta insanidade? Não seria o momento de dizer chega? Em recente entrevista ao IB, Aldo Queiroz, membro da executiva nacional do PDT, lembrou também: “só defende polarização quem não quer discutir o país”.

5. Felizmente, apesar dos pesares, parte dos políticos tem sensatez. Um dos exemplos é o senador baiano Angelo Coronel (PSD), que optou por afastar-se da disputa eleitoral desse ano. Pelo menos por enquanto. Através das redes sociais, lembrou que o Brasil quer e precisa de tolerância e de harmonia, “mesmo que tenhamos diferenças políticas”.

6. Jequié e Jacobina: Diante da falta de público na Cidade do Sol o pré-candidato ao governo do PT optou por cancelar um evento marcado para o última sexta-feira com a justificativa que estava chovendo. Não colou! Porém, para alegria de Jerônimo Rodrigues, no domingo (10/07), o pré-candidato a deputado estadual de Lula, o petista Júnior Muniz, salvou o final de semana. Com o apoio do prefeito Tiago, de Jacobina, ele lotou o PGP do Território do Piemonte da Chapada. Ufa!

7. Pressão e constrangimento: O prefeito de Utinga, Joyuson Vieira (PSB), um dos principais aliados do deputado federal Marcelo Nilo (Republicanos), fez um discurso inflamado durante um evento na cidade, no último sábado (09/07). Sem nenhuma cerimônia, disse que ACM Neto tem que escolher seu padrinho político como vice-governador.

8. Foguete tem ré: Quem também seguiu um caminho parecido foi o deputado federal Elmar Nascimento (União). Pior: chegou a tentar desqualificar durante uma entrevista a eventual presença feminina na chapa majoritária de Neto. Hábil, ‘Fofão’ percebeu o erro e deu o exemplo que foguete tem ré ao posar com mulheres em lindas fotos. Ele disputa com Dal, Diego Coronel e Pastor Sargento Isidório o título de parlamentar mais votado nas eleições desse ano.

9. Lúcio Vieira Lima: O presidente de Honra do MDB analisou em reunião com lideranças partidárias que o time de Lula já conseguiu o primeiro objetivo eleitoral, que foi tornar Jerônimo Rodrigues, pré-candidato ao Governo, uma “figura conhecida”. “Agora vamos levar para todos na Bahia a mensagem que Jerônimo é seu candidato e precisa eleger deputados ligados a ele, para assim, diminuir a inflação, fazer inclusão social e gerar empregos”.

10. ACM Neto, diante de mais uma ofensiva do presidente da Câmara de Salvador e pré-candidato a vice-governador na chapa petista, Geraldo Júnior, não se conteve e pintou o rosto para a guerra. Pelo visto, agora o negócio ficou sério. Muitas pessoas acreditam que a situação ficou irreversível. Pelo visto Geraldo ignorou os ensinamentos de Rui Barbosa sobre quando brigar fazer de uma forma que a amizade possa retornar.

11. “Inimigo dos produtores”: Uma ‘fake news’ no interior baiano aponta que ACM Neto vai acabar com a agricultura familiar. As postagens são feitas pelos próprios militantes do PT e sem nenhum pudor.

12. Importante apoio: O pré-candidato bolsonarista João Roma (PL) conseguiu oficializar um importante apoio. Trata-se do prefeito de Porto Seguro, Jânio Natal (PL), que tem forte relação com ACM Neto (União). A notícia surpreendeu os bastidores da política. Agora, os três times conta com palanque na Terra do Descobrimento. Neto é apoiado pelo vice-prefeito Paulinho Toa Toa e pelo ex-prefeito Ubaldino Pinto. Já Jerônimo tem como aliada a ex-prefeita Cláudia Oliveira.

13. Fala povo/Comerciante Moisés Peixinho analisa cenário político em Jaguaquara e Vale do Jiquiriça: “Aqui a disputa para deputado estadual tem, entre os favoritos, Euclides Fernandes, Sandro Régis e Alan Sanches. Para federal, eu apostaria em Dal e João Leão. O Senado aqui o mais forte é Cacá porque ele fez muita obra nessa região, mas Dra. Raíssa também vem bem. Já Otto aparentemente precisa melhorar. Para Governo aqui o mais forte é ACM Neto com o candidato de Rui Costa em segundo. Roma falam mais por causa de Bolsonaro. Presidente, Lula está em primeiro, mas Bolsonaro não está fraco, não”.

14. “Neto está forte em Salvador, o que já imaginávamos. A surpresa é essa crescente no interior. Porém, eu acredito que a partir de 16 de agosto com a propaganda no rádio e na TV o jogo muda, pois Lula vai falar diretamente para o povo”, disse aparentemente esperançoso um assessor político do time de Jerônimo.

15. Entrou água! Agoniado e dormindo pouco, Marcelo Nilo já admite nos bastidores que não será o candidato a vice-governador na chapa de Neto. Um dos motivos para decisão que ainda não sacramentada, seria a pesquisa qualitativa que aponta que o caminho ideal é uma mulher, além do veto de João Gualberto (PSDB) e Felix Júnior (PDT).

16. O PT conseguiu, depois de inúmeras trapalhadas, adquirir um novo problema. Indicou o ex-prefeito de Ibotirama, Tenesse Lessa (PT), para a suplência do senador e candidato à reeleição Otto Alencar (PSD). Ainda anunciou que a decisão ocorreu por unanimidade, o que deixou o PCdoB virou no cabrunco. Os comunistas tinham certeza que a vaga seria ocupada pelo vereador de Salvador, Augusto Vasconcelos.

17. Turma da Comunicação: Para finalizar, as rainhas Arysia (Team Neto) e Paloma (Team Otto Alencar), além do guerreiro Diego Mascarenhas (Team Jerônimo), deram um exemplo de civilidade. Os três posaram lindos e esbeltos nas redes sociais. Em tempos de falta de sensatez, essa imagem tem que ser comemorada.

Últimas Noticias

Perda de peso: quatro maneiras de incluir a chia na sua rotina

As sementes de chia são grandes aliadas da perda de peso. Têm 1.6g de proteína a mais do que...