Camp Atletas do Futuro 2022: projeto transforma e estimula o futebol na vida de crianças e adolescentes

Neste sábado (9), aconteceu o último dia de atividades da VI edição do Camp Atletas do Futuro 2022, projeto internacional, apoiado pela Prefeitura de Salvador, por meio da Secretaria de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre), que chega para transformar e estimular o futebol na vida de centenas de crianças e jovens de comunidades vulneráveis, inscritas nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras), matriculados em escolas da rede municipal ou estadual de ensino, ou oriundos de projetos sociais esportivos das comunidades envolvidas.

Foto: Vitor Santos / Sempre

Para o secretário de Promoção Social e Combate à Pobreza, Daniel Ribeiro, que participou do encerramento do Camp Atletas do Futuro 2022, ter apoiado um projeto como esse, cujo resultado pode mudar a vida de centenas de jovens é um estimulo para que cada vez mais a prefeitura de Salvador invista no esporte. “Envolver crianças e jovens usuários dos nossos Cras, que conhecem de perto a vulnerabilidade de suas famílias, e, ter a certeza que essa oportunidade pode mudar muitas vidas é muito gratificante”, frisou Ribeiro.

A expectativa é que essa ação alcance cada vez mais comunidades, conforme explicou o coordenador técnico da da Inter Soccer Brasil / Academia de Futebol, sede Salvador, Anísio Neto. Em todas as sete localidades em que o Camp ofertou suas oficinas – Campo da Pronaica, Cajazeiras X; Campo do Arvoredo, Tancredo Neves; Campo dos Ex-combatentes, Itapuã; Campo de São Marcos, São Marcos; Campo da Terezinha, Alto da Terezinha; Campo Comunidade Guerreira Zeferina, Periperi e Campo da Praça do Sol, também em Periperi -, talentos foram descobertos e proporcionou o trabalho de capacitação de atletas.

“É certo que na capital baiana encontramos muitos jovens com o dom para o esporte, para se transformarem em futuros jogadores”, comemorou o coordenador técnico, reforçando que o projeto em Salvador rendeu bons frutos. “Onde não apenas eles aprenderam conosco, mas nós também aprendemos muito com eles”.

Milena Souza, adolescente de 13 anos, já sonha em ser profissional. Segundo ela, quando está em campo todos os seus problemas são esquecidos. “Eu me realizo e esse projeto veio para eu me aprimorar”, contou, revelando jogar desde pequena, mas que antes não contava com a aprovação dos pais.

Um dos treinadores profissionais de clubes alemães que ministraram as oficinas, o alemão, Damir Salkovic, auxiliar técnico das Categorias de base Sub17 e Sub19 do Clube MSV Duisburg, na Bundesliga, classificou a experiência como única. “Foi magnífico, percorrer todas essas comunidades e conhecer tantos jovens com tamanha destrezas, que com facilidade absorveram as técnicas, os treinos, através da nossa metodologia internacional, para mim foi experiência que levarei comigo, uma experiência única”, elencou.

Últimas Noticias

Fim da dupla Simone e Simaria é confirmado

As irmãs Simone e Simaria confirmaram em portagem nas redes sociais, nesta quinta-feira (18/08), o fim oficial da...