Prefeitura Municipal de Savaldor

Rondesp Chapada desmancha laboratório de haxixe no interior

No local, alugado por um casal, os PMs encontraram diversos produtos para manutenção de uma estufa.

As Rondas Especiais (Rondesp) Chapada desmancharam um laboratório ilegal usado para a produção de haxixe – entorpecente feito a base de resina de maconha com efeitos mais intensos – em uma residência na cidade de Marcionílio Souza. Um casal que alugou a casa foi preso na ação, que aconteceu na manhã de segunda-feira (21).

Uma guarnição realizava rondas na região quando avistou um homem que se assustou e fugiu pulando o muro de uma casa. Ele foi perseguido, alcançado e, na residência, além da sua comparsa, foi encontrado o espaço usado para a produção da droga.

O comandante da Rondesp Chapada, major Ronald Fiuza de Santana, detalhou que a variação do entorpecente produzido pelo casal não é comum na região.

O comandante da Rondesp Chapada, major Ronald Fiuza de Santana, detalhou que a variação do entorpecente produzido pelo casal não é comum na região. “A planta precisa de ambiente adequado, com ventilação e controle de fertilizantes. Por isso eles usavam estufa com lâmpadas de leds”, contou o oficial.

No local foram encontrados 26 pés maconha, sete recipientes contendo sementes da erva, dois painéis de LED, três recipientes contendo gás propano, n-butano e isonutano cada, 20 sacos de fertilizantes, água oxigenada, um vaso contendo fosfato de mono potássico, um notebook e dois celulares, que foram quebrados pelos suspeitos.

A dupla e os materiais foram apresentados na Delegacia Territorial (DT) de Itaberaba. O titular da unidade, delegado Fábio Pereira, explicou que os criminosos foram autuados por tráfico de drogas.

Prefeitura Luis Eduardo Magalhães
Prefeitura Municipal de Savaldor

Vitória domina Atlético de Alagoinhas e alcança vice-liderança no Campeonato Baiano

Neste domingo (25/02), no Barradão, o Vitória conquistou um importante triunfo sobre o Atlético de Alagoinhas por 3 a...