Governo do Estado da Bahia

Policial agride esposa grávida e a filha dela de 9 anos por causa de política

Um soldado da Polícia Militar foi preso nesta quarta-feira (01/12) sob acusação de violência doméstica. O homem é suspeito de agredir a esposa grávida e a filha dela de 9 anos por causa de uma discussão motivada por política, em um imóvel, no bairro do Nordeste de Amaralina, em Salvador, conforme a fonte do Informe Baiano. O policial votou em Jair Bolsonaro para presidente e a mulher optou por Luis Inácio Lula da Silva, que venceu o pleito e assumirá o mandato em janeiro de 2023. Os dois viviam juntos há mais de 3 anos.

Em relato na TV Bahia, a vítima contou que o homem já apresentava comportamento agressivo e era muito ciumento, a ponto de não deixa-la usar batom. Em uma das agressões, ele chegou a quebrar o dedo e o nariz da esposa, que registrou um boletim de ocorrência.

A mulher afirma que o homem lhe retaliava de todas as formas e depois pedia desculpa.

“Hoje ele me agrediu fisicamente e também verbalmente. E agrediu minha filha de 9 anos que veio me defender. E apontou a arma para mim. Aí minha filha abriu a porta do apartamento e saiu correndo pro corredor. Quando ele viu minha filha gritando ‘socorro, socorro, socorro, ajuda minha mãe, ajuda minha mãe, ele vai matar minha mãe’, ele colocou a arma debaixo do braço”, disse.

Em seguida, conforme o depoimento, o soldado puxou a menina pelos cabelos até dentro da casa. “Eu fui tentar defender e aí ele pegou e jogou minha filha na parede. E falou: ‘cala a boca sua vagabunda, sua negrinha’”. O militar também rasgava as roupas da esposa. A mãe acrescentou que sua filha está extremamente abalada psicologicamente.

O homem segue detido na carceragem militar do Batalhão de Choque da PM. O caso é investigado pela Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM) de Brotas.

Fundação Jose Silveira
Prefeitura Porto Seguro

Em Ubatã, PRF recupera uma motocicleta roubada há quase 40 anos

Na última segunda-feira (26), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) recuperou uma motocicleta roubada há quase 40 anos. O incidente...