Exemplo de imagem responsiva Prefeitura de Salvador
Informe Baiano
Exemplo de imagem responsivaGoverno do Estado da Bahia

URGENTE: Assembleia Legislativa tem assinaturas para abrir CPI contra invasões de terra na Bahia

As 21 assinaturas necessárias para a instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar as invasões de terra que acontecem na Bahia nos últimos dias foram conseguidas pelo deputado estadual Leandro de Jesus (PL), autor do requerimento, nesta terça-feira (4).

A partir de agora, o documento será enviado à Presidência da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) para que a CPI seja instaurada. Até o momento, assinaram o requerimento, além de Leandro, os seguintes deputados: Adolfo Menezes, Alan Sanches, Angelo Coronel Filho, Cafu Barreto, Jordavio Ramos, Diego Castro, Felipe Duarte, Hassan, Marquinho Viana, Júnior Nascimento, Luciano Araújo, Luciano Simões Filho, Manuel Rocha, Marcinho Oliveira, Pablo Roberto, Pancadinha, Penalva, Robinho, Samuel Júnior e Tiago Correia.

De acordo com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), até o momento, foram registradas 11 invasões de propriedades na Bahia. No entanto, segundo relatos de produtores rurais, mais de 40 ocupações já foram realizadas pelo Movimento. O parlamentar, em discurso na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), chamou as ocupações de “atos terroristas”.

“Resta, portanto, a esta Casa Legislativa fiscalizar o que de fato vem acontecendo em nosso estado. Afinal, qual o verdadeiro propósito do MST? Quem são os financiadores deste Movimento? Qual a realidade atual de todas as propriedades que já foram invadidas?”, questiona o deputado Leandro de Jesus.

Municípios baianos do Extremo sul e da Chapada Diamantina são os mais prejudicados por essas invasões. Inclusive, no início do mês de março, propriedades privadas da Suzano foram ocupadas.

Fundação Jose Silveira
Prefeitura Municipal de Savaldor

Populações periféricas são mais vulneráveis à dengue

"O meu homem-aranha está amuado, tristinho. É tão estranho”. A auxiliar de serviços gerais Juliana Pereira, de 28 anos...