Governo do Estado da Bahia

Chuva forte causa alagamentos em cidades da Região Metropolitana de Salvador

No último domingo (30), a Região Metropolitana de Salvador foi afetada por uma forte chuva que causou alagamentos em diversas ruas das cidades de São Francisco do Conde e Candeias. Não há registro de feridos ou desalojados.

Em São Francisco do Conde, moradores relataram que casas foram invadidas pela água e lama, além das ruas alagadas. A Defesa Civil do município confirmou os danos causados pela chuva, mas não detalhou os prejuízos.

No bairro Baixa Fria, os moradores fecharam a entrada principal e a saída da cidade em protesto contra a situação. Eles reivindicam melhorias no sistema de drenagem da rede pluvial e limpeza do canal que corta o bairro.

Já em Candeias, a força da água arrastou os paralelepípedos do calçamento de uma rua no bairro Malembá. No Conjunto Santa Cruz, próximo ao Complexo Esportivo do Malembá, diversas casas foram invadidas pela enxurrada. A Defesa Civil de Candeias também não tem informações detalhadas sobre os prejuízos causados na cidade.

A previsão do tempo para a região indica que a chuva deve continuar em Candeias ao longo da noite de domingo, com temperatura mínima de 25ºC e máxima de 31ºC, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Na segunda-feira (1º), a previsão é de muitas nuvens, com chuvas isoladas e temperaturas variando entre 24ºC e 28ºC. O período de nuvens com possibilidade de chuva isolada deve permanecer até quinta-feira (4).

Em São Francisco do Conde, a previsão é semelhante à de Candeias. A temperatura deve variar entre 25ºC e 30ºC no domingo, com tempo fechado e possibilidade de chuva até quinta-feira. Na segunda-feira, muitas nuvens com chuvas isoladas são esperadas e há possibilidade de registro de maior volume de chuva à noite.

Fundação Jose Silveira
Prefeitura Porto Seguro

Em Ubatã, PRF recupera uma motocicleta roubada há quase 40 anos

Na última segunda-feira (26), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) recuperou uma motocicleta roubada há quase 40 anos. O incidente...