Prefeitura Municipal de Savaldor

Governo lança Plano de Ações em comemoração aos 200 anos do 2 de Julho

A data mais emblemática da luta dos baianos pela independência do Brasil chega aos seus 200 anos em 2023, e será celebrada com uma intensa programação do Governo do Estado. Ao longo deste ano, um Plano de Ações, envolvendo diferentes secretarias e órgãos estaduais, realizará mais de 40 atividades cívicas, pedagógicas e artístico-culturais em Salvador, em todos os 27 territórios da Bahia, na capital federal Brasília, e ainda em Buenos Aires, na Argentina. O objetivo é deixar um legado para o estado, além da internacionalização da memória desse importante marco histórico para o Brasil.

“Queremos que essa programação que preparamos possa chegar para todo o país. Afinal, a independência do Brasil se deu aqui na Bahia. E a história com herói e heroínas, mulheres, negros e indígenas os livros não contam. Então, precisamos recontar essa história e fazer com que os livros retratem isso, para que a gente possa se ver neles”, ressaltou Jerônimo. Para isso, o Governo do Estado está investindo em uma rede de parceiros, como universidades, escolas, historiadores, institutos, academias, parlamentares, prefeitos e meios de comunicação.

O secretário da Cultura, Bruno Monteiro, explicou que as comemorações se darão em dois eixos principais: comemorativo, passando pelas 16 cidades que fizeram parte da luta pela independência; e de legado, com o envolvimento da comunidade escolar. “Passamos por esses locais, para reforçar a importância deles no processo de independência. Outro ponto forte das ações deste ano é o envolvimento da comunidade escolar neste processo”, pontuou o titular da Secult-BA. Ele ressaltou ainda que essa história não se restringe a Salvador, ao Recôncavo ou à Bahia. “Trata-se da verdadeira independência do Brasil e queremos o povo se aproprie disso”, completou.

As celebrações começam com a Rota “Bahia: Memórias de Lutas e Liberdade”, já nesta quarta-feira (14), às 8h, em Santo Amaro. A ação descentraliza o debate sobre o tema e percorrerá 16 cidades do interior baiano que fazem parte da história da Independência, levando seminários, palestras, aulas públicas e serviços de unidades móveis do Estado a toda a comunidade. Até o dia 14 de julho, o projeto visitará ainda as cidades de Saubara, Simões Filho, Candeias, Camaçari, Valença, Cairu, Jaguaripe, Caetité, Itaparica, Cachoeira, Maragojipe, São Félix, Governador Mangabeira, São Francisco do Conde e Salvador.

No dia 30 de junho, será realizado o Cortejo do Pelourinho, com uma série de atividades artístico-culturais e evento na Praça das Artes, para o lançamento da Exposição Brasil Futuro. A mostra nacional tem curadoria da antropóloga e historiadora Lilia Schwarcz, do arquiteto Rogério Carvalho, do ator Paulo Vieira e do secretário executivo de Cultura do MinC, Márcio Tavares.

Para o dia 2 de julho, está prevista uma extensa programação para a festividade. Em várias cidades baianas haverá apresentação das filarmônicas que participaram de edital realizado pela Secretaria de Cultura do Estado (Secult). Todas farão parte do cortejo comemorativo, juntamente com fanfarras escolares. Nesta mesma data, em Salvador, acontecerá A Espera da Cabocla, com uma banda musical saudando a passagem do desfile do caboclo e da cabocla pelo Largo do Pelourinho, rumo ao Campo Grande. No dia 5 de julho, esta mesma programação será realizada para o Retorno da Cabocla, na volta ao Panteão Cívico, no Largo da Lapinha.

O resgate da memória da luta pela independência ganha reforço com eventos comemorativos fora da Bahia. A parceria entre a Secult e a Casa Pátria Grande Nestor Kirchner prevê que o evento do Bicentenário seja celebrado em Buenos Aires, na Argentina. Em Brasília, a Exposição 2 de Julho acontecerá concomitante na Câmara dos Deputados e no Senado Federal, no período de 3 a 14 de julho.

Para garantir a segurança, mais de dois mil homens voltados somente para a festividade ao longo dos próximos 30 dias. Segundo informações do secretário estadual de Segurança Pública, Marcelo Werner, 17 instituições estaduais e municipais estarão juntas no comando e controle, em uma ação integrada, para um melhor atendimento a qualquer tipo de ocorrência no período. “Toda a nossa tecnologia estará à disposição, a exemplo das câmeras de reconhecimento facial e o sistema novo de rádio”, acrescentou Werner.

Prefeitura Luis Eduardo Magalhães
Prefeitura Municipal de Savaldor

Cursos de audiodescrição e braille terão inscrições abertas a partir desta segunda-feira (26)

A Secretaria Municipal de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre) promoverá dois cursos voltados para a...