Exemplo de imagem responsivaGoverno do Estado da Bahia
Informe Baiano
Exemplo de imagem responsiva Prefeitura de Salvador

Quadrilha junina anima São João de idosos do Abrigo Dom Pedro II

A tarde desta quarta-feira (21) foi de casamento na roça e de muita quadrilha no Abrigo Dom Pedro II, em Piatã. Bem animados e vestidos à caráter, os noivos entraram no salão para dar início à dançaria e à festividade. Maria da Conceição Farias, 90 anos, usou um vestido branco com detalhes rosa, meia branca, luva delicada e buquê de flores nas mãos, coroa de flores na cabeça e maquiagem. Também vestido de branco e usando uma gravata com detalhes rosa, o noivo Severino Pedro Pereira, de 70 anos, não conteve a animação.

O casamento e a dança dos noivos foram o ponto de partida para a apresentação da quadrilha, animada por um tecladista e por uma funcionária da casa ao microfone. Os pares se arriscaram no cumprimento recíproco, na paquera, no passo do serrote, do túnel, do caracol, do passeio na roça, da passagem pela ponte, pela cobra e sob a chuva.

No salão, bandeirolas, paçocas enfeitadas, chapéus de palha e toalhas quadriculadas davam o toque festivo e traziam o clima de interior para o local. A festa contou ainda com comidas típicas enfeitando a mesa principal do salão, como canjica, amendoim, laranja e bolos diversos.

“Está sendo maravilhoso. Ontem teve a Banda da Guarda e bastante bolo. Eu estou me divertindo muito”, contou a idosa e uma das participantes da quadrilha, Lúcia Maria da Conceição, de 81 anos.

“Está sendo uma farra e eles estão gostando muito. Eles gostam de todas essas atividades comemorativas, pois saem da rotina. Ontem mesmo eles assistiram à apresentação da Banda da Guarda Municipal e ficaram bem animados, hoje é o forró e o casamento e eles amam. As comemorações são importantes, pois melhoram a autoestima deles, eles têm o prazer de se arrumar e socializam tanto com os internos como com os visitantes”, conta a subgerente do Dom Pedro II, Maria Augusta Silva.

Estímulo à convivência – A equipe do Dom Pedro II sempre promove festas e atividades recreativas em datas e períodos como Carnaval, Dia dos Avós, Dia das Mães, Dia dos Pais, São João, aniversário do abrigo (julho), Primavera, Semana Internacional do Idoso, Natal e Réveillon. Em janeiro, os idosos foram para um hotel fazenda e frequentemente eles recebem grupos para a realização de atividades no local.

Ex-funcionária do abrigo, a assistente social do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) de Itapagipe Ana Valéria Souza, de 52 anos, faz questão de participar das datas comemorativas da instituição. “A minha relação com eles é muito mais sentimental. Eu trabalhei muitos anos aqui e vejo que a equipe tem essa preocupação de proporcionar para os idosos esse momento de alegria, sempre inserindo na comunidade. Hoje eles vestiram roupas combinando, participaram da quadrilha. É muito importante, pois eles se sentem pertencentes, ativos e atentos. Estimula o cognitivo, a alegria e a convivência”, opinou.

Administração – Situado no bairro de Piatã, o Abrigo Dom Pedro II é gerido pela Prefeitura de Salvador, por meio da Secretaria Municipal de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre), e este ano completa 136 anos. O local conta com 55 idosos que recebem cuidados de uma equipe multiprofissional formada por médicos, psicólogos, assistentes sociais, cuidadores, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas e técnicos de enfermagem, entre outros.

Prefeitura Luis Eduardo Magalhães
Prefeitura Porto Seguro

Populações periféricas são mais vulneráveis à dengue

"O meu homem-aranha está amuado, tristinho. É tão estranho”. A auxiliar de serviços gerais Juliana Pereira, de 28 anos...