Exemplo de imagem responsiva Governo do Estado da Bahia
Informe Baiano
Exemplo de imagem responsiva Governo do Estado da Bahia

Fantasias, calor e mistura de ritmos marcam primeiro dia do pré-Carnaval em Salvador

Nem mesmo o calor de 32°C, segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), neste sábado (3), impediu que os foliões se reunissem no circuito Orlando Tapajós, que compreende os bairros de Ondina e Barra, para curtir a abertura do pré-carnaval de Salvador, no Fuzuê.

Ao longo do circuito, profissionais da prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Saude, distribuíam leques de papel e protetor solar para o público.

O primeiro do dia do pré-Carnaval conta com pessoas de todas as idades, principalmente pais e filhos, a exemplo da técnica de enfermagem Fabiana Reis.

“Eu nasci no Carnaval! Moro aqui na Ondina há 32 anos e gosto de trazer meus filhos no Fuzuê, porque é mais tranquilo”, disse.

Baiana de Salvador, Karina Gonçalves veio acompanhada do marido Fernando e do filho Henrique, que tem apenas três anos. Para não se cansar, o casal trouxe o pequeno em um carrinho de bebê.

“Ele nasceu na pandemia da Covid-19, então esse é o segundo ano que trazemos ele para o carnaval”, explicou Fernando.

Entre uma fanfarra e outras, fantasias de todos os tipos tomavam as ruas do circuito. Entre elas, super-heróis como Mulher-Maravilha e Super-Homem, palhaços, piratas, bem como símbolos da cultura afro-brasileira.

Quem também estava entre os foliões foi a jovem Bárbara Carolina, de 23 anos. Moradora da capital baiana, ela reclamou da falta de acessibilidade no circuito.

“Tive um pouco de dificuldade para chegar até aqui, porque estacionamos o carro longe, já que os acessos ao redor estão fechados. A festa está ótima, estou me divertindo, mas ainda falta mais acessibilidade”, desabafou.

A festa foi marcada por uma mistura de ritmos que vai do pagode baiano às canções juninas. Entre as atrações que marcaram presença estavam a Quadrilha Junina Forró do Luar, Gravata Doida, Grupo Folclórico Zambiapunga, Escola de Samba Unidos de Itapuã, Grupo Fuzuê Junino, Cangaceiros de Ipitanga, entre outros.

As informações são do g1.

Ludmilla é acusada de intolerância religiosa e se pronuncia: ‘não achei que iriam tão longe’

A cantora Ludmilla se envolveu em uma nova polêmica após sua apresentação no festival Coachella. Durante o show, a cantora exibiu um vídeo no...

Ministério da Saúde confirma primeiro caso local de cólera em 18 anos no Brasil

Em uma nota técnica divulgada na última sexta-feira (19), o Ministério da Saúde confirmou o registro do primeiro caso local de cólera no Brasil...
Prefeitura Municipal de Morro do Chapéu

Ludmilla é acusada de intolerância religiosa e se pronuncia: ‘não achei que iriam tão longe’

A cantora Ludmilla se envolveu em uma nova polêmica após sua apresentação no festival Coachella. Durante o show, a...
Prefeitura Luis Eduardo Magalhães

Ludmilla é acusada de intolerância religiosa e se pronuncia: ‘não achei que iriam tão longe’

A cantora Ludmilla se envolveu em uma nova polêmica após sua apresentação no festival Coachella. Durante o show, a...

Ministério da Saúde confirma primeiro caso local de cólera em 18 anos no Brasil

Em uma nota técnica divulgada na última sexta-feira (19), o Ministério da Saúde confirmou o registro do primeiro caso...

SALVADOR: Parte de calçada cede na Avenida Centenário e deixa quatro pessoas feridas

Na manhã desta segunda-feira (22/04), por volta das 6h, quatro pessoas ficaram feridas após parte de uma calçada ceder...

FEIRA DE SANTANA: Pesquisa AtlasIntel aponta empate técnico e Pablo Roberto deverá ser o fiel da balança; veja números

A mais recente pesquisa AtlasIntel em Feira de Santana revela um cenário de indefinição na corrida pela prefeitura. Os...