Exemplo de imagem responsiva Prefeitura de Salvador
Informe Baiano
Exemplo de imagem responsiva Prefeitura de Salvador

Decisão do STF dificulta abordagens preventivas da PM e pode aumentar crimes

O Supremo Tribunal Federal (STF) estabeleceu em sessão, na última quinta-feira (11/04), que a abordagem policial e a revista pessoal motivadas por raça, sexo, orientação sexual, cor da pele ou aparência física são ilegais.

Na prática, a decisão pode inviabilizar ações preventivas das polícias de todo país. Porém, alguns advogados discordam e acreditam que a decisão não limita as abordagens, apenas diz que não pode ser feita revista levando em consideração cor da pele, sexo e aparência.

Na Bahia, a Operação Força Total, que realiza abordagens preventivas a passageiros de ônibus e a motoristas, deverá passar por modificações. Também não será possível mais revistar pessoas aleatoriamente nos portais de abordagem, como acontece no Carnaval de Salvador e em festas populares. Isso só será possível se houver uma suspeita motivada por denúncia, por exemplo.

Vale lembrar que a Bahia é o estado mais violento do país e são justamente as abordagens que evitam diversos crimes. Levantamento do Informe Baiano lembra que a última investida da Operação Força Total, em 28 de março, resultou em 30 prisões e 21 armas de fogo foram apreendidas. A maioria das ocorrências foi oriunda de abordagens preventivas. Ao longo das 22 edições, a ação conseguiu a apreensão de um total de 485 armas de fogo, 782 prisões em flagrante e cumprimento de 300 mandados de prisão em todo o estado.

Para o Plenário do STF, a busca pessoal sem mandado judicial deve estar fundamentada em indícios de que a pessoa esteja na posse de arma proibida ou de objetos ou papéis que possam representar indícios da ocorrência de crime.

Ao final do julgamento, o presidente do STF, ministro Luís Roberto Barroso, destacou a importância do STF definir a tese de que a filtragem racial é inaceitável. “Nós estamos enfrentando no Brasil um racismo estrutural que exige que tomemos posição em relação a esse tema”, afirmou.

Habeas corpus
A decisão se deu no julgamento de um Habeas Corpus (HC 208240) apresentado pela Defensoria Pública do Estado de São Paulo (DPE-SP) em favor de um homem negro condenado a dois anos de reclusão, por tráfico de drogas, pelo porte de 1,53 grama de cocaína. A Defensoria alegou que a prova seria ilícita porque a abordagem policial teria ocorrido unicamente em razão da cor da pele do suspeito.

Local de tráfico
No caso concreto, por maioria de votos, foi mantida a condenação. Prevaleceu o entendimento de que a revista não foi motivada por filtragem racial, mas porque o suspeito tinha uma atitude que indicava oferta do produto em um local conhecido como área de tráfico de drogas. Ficaram vencidos os ministros Edson Fachin (relator), Luiz Fux e Luís Roberto Barroso. Eles consideraram as provas ilícitas, pois a abordagem teria sido motivada unicamente pela cor da pele do suspeito.

Mercado eleva previsão da inflação de 3,8% para 3,86% em 2024

A previsão do mercado financeiro para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) – considerado a inflação oficial do país – teve...

Deputado Matheus Ferreira quer a disponibilidade de alerta de desastres climáticos para a população baiana

O deputado Matheus Ferreira (MDB, através de um Projeto de Lei apresentado na Assembleia Legislativa da Bahia, pretende tornar obrigatório o repasse imediato de...
Fundação Jose Silveira

Mercado eleva previsão da inflação de 3,8% para 3,86% em 2024

A previsão do mercado financeiro para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) – considerado a inflação...
Fundação Jose Silveira

Mercado eleva previsão da inflação de 3,8% para 3,86% em 2024

A previsão do mercado financeiro para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) – considerado a inflação...

Deputado Matheus Ferreira quer a disponibilidade de alerta de desastres climáticos para a população baiana

O deputado Matheus Ferreira (MDB, através de um Projeto de Lei apresentado na Assembleia Legislativa da Bahia, pretende tornar...

Salvador apresenta aumento na cobertura de vacinas infantis

Vacinação nas escolas, presença do Zé Gotinha em ações de imunização e pontos de vacina em locais de grande...

‘Gasta mais com look do que com a filha’, diz Karoline Lima sobre Éder Militão após vazar valor da pensão

Éder Militão e Karoline Lima voltaram a ser motivo de polêmica na web. Nesse domingo (26/05), o colunista Leo...