Doméstica é assassinada dentro de ônibus por conversar alto demais

Uma mulher foi morta dentro de um ônibus em Belo Horizonte (MG), nesta última segunda-feira (11/12). Valdete Lopes, de 49 anos, estaria “conversando alto demais”, o que deixou outra passageira irritada. A vítima foi morta com golpes de canivete.

Segundo testemunhas, Valdete pegava o mesmo ônibus (a linha 61) todos os dias, pela madrugada, para chegar ao trabalho. No dia do crime, uma passageira, incomodada com as conversas, puxou um canivete antes de descer do coletivo. A criminosa conseguiu fugir do local.

A empregada doméstica foi encaminhada a um hospital da região, mas não resistiu. A faca usada no crime foi deixada no coletivo e a suspeita está sendo procurada pela polícia. Se for condenada, poderá responder por homicídio qualificado e pegar até 30 anos de prisão.

Relacionados