Bolsonaro xinga jornalista da TV Aratu na Bahia

O presidente Jair Bolsonaro voltou a promover ataques contra profissionais de imprensa e dessa vez o alvo foi a jornalista baiana Driele Veiga, da TV Aratu.

O Sinjorba (Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado da Bahia) lamentou mais uma vez ter que emitir nota para criticar o comportamento do mandatário, que proferiu xingamento contra a repórter, chamada de “idiota” somente por estar exercendo seu ofício que é entrevistar aquele investido em cargo público.

Durante a inauguração de um trecho da BR-101, na região de Alagoinhas, na Bahia, na manhã desta segunda (26), a repórter perguntou ao presidente sobre uma postagem feita por ele na qual aparece segurando uma placa com a expressão “CPF cancelado”, frase normalmente utilizada por bandidos e/ou agentes de segurança para se referir a quem morreu em confrontos.

O xingamento, na opinião do presidente da entidade, Moacy Neves, revela o traço imaturo e autoritário de Bolsonaro, que não consegue conviver com a crítica, com o contraditório, com a diferença e nem com a obrigação de conceder entrevistas e responder às perguntas dos jornalistas, principalmente se do outro lado estiver uma mulher.

“É comum que pessoas imaturas e políticos autoritários ajam com grosseria, falta de educação e violência quando confrontados com seus erros e irresponsabilidades, aumentando o grau de irracionalidade quando se tratar de um homem e do outro lado estiverem as mulheres”, disse.

Para Moacy, o presidente Jair Bolsonaro mostra ser totalmente despreparado para exercer cargo público. “A maior autoridade do país não pode incentivar desrespeito aos direitos humanos e nem agir com grosseria com a imprensa, que é os olhos e a forma de comunicação entre os poderes e a sociedade”, diz o sindicalista. Este fato soma-se a centenas de outros ocorridos ao longo de pouco mais de dois anos de mandato, marcados por agressões dele e de seus seguidores aos profissionais do jornalismo e radialismo.

O Sinjorba solidariza-se com a jornalista Driele Veiga e conclama a categoria a se unir em torno da entidade para reagirmos com vigor diante dos abusos de algumas autoridades e seus seguidores contra a imprensa. “Mais do que nunca precisamos defender a democracia brasileira, ameaçada por títeres e viúvas da ditadura militar, que usam leis anacrônicas e os cargos que ocupam para intimidar o exercício da liberdade de imprensa e o ofício de seus trabalhadores”, conclui Moacy Neves.

Salvador inicia vacinação de grávidas, puérperas e lactantes nesta sexta (7)

As gestantes e puérperas até 45 dias após a data do parto, em geral, começam a ser vacinadas contra a Covid-19 em Salvador nesta sexta-feira (7). A...

Câmara cria Semana Escolar de Combate à Violência contra a Mulher

A Câmara aprovou na noite desta quinta-feira o projeto de lei que institui a Semana Escolar de Combate à Violência contra a Mulher, que será realizada nas...

Três agências bancárias explodidas em Correntina

Grupos de homens fortemente armados explodiram três agências bancárias na cidade de Correntina, no oeste baiano, na madrugada desta sexta-feira (07/05). Os ataques às unidades, que ficam...

Programa de redução de salários preserva mais de 500 mil empregos

Em pouco mais de uma semana em vigor, a nova rodada do programa de preservação do emprego registrou 506.834 acordos fechados, divulgou hoje (6) a Secretaria de...

Exposição virtual divulga trabalhos de artistas de Cajazeiras

Imagine conhecer obras de artistas de áreas periféricas de Salvador como se estivesse no próprio local da mostra, mas sem sair de casa, principalmente neste período de...

Simm oferece 76 vagas de emprego para sexta-feira em Salvador

O Serviço Municipal de Intermediação de Mão de Obra (Simm) disponibilizou 76 vagas de emprego para sexta-feira (7), em Salvador. Os interessados devem fazer agendar atendimento pela...